Lance Questionado sobre Jorge Jesus e Sampaoli, Rogério Ceni faz vários elogios

Questionado sobre Jorge Jesus e Sampaoli, Rogério Ceni faz vários elogios

Apesar de reconhecer feitos do português hoje no Benfica, ele vê mais méritos do argentino na passagem pelo Santos diante das peças que tinha à disposição

Lance
Lance

Lance

Lance

Entrevistado pelo programa 'Bola da Vez', da 'ESPN', o técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, foi questionado sobre a sua avaliação de dois treinadores que tiveram trabalhos destacados no ano de 2019: Jorge Jesus, dirigindo o Flamengo, e Jorge Sampaoli no comando do Santos.

Para ele, apesar das considerações sobre os reforços que chegaram no elenco flamenguista, foi notória a capacidade do treinador português nas conquistas acumuladas e também o nível de futebol apresentado:

- Jesus é um baita treinador, não tenha dúvidas disso, e pegou o melhor time do Brasil para trabalhar. Ele pegou o time em um momento que não estava tão bom. Entraram Rafinha, Filipe Luís, Gerson e Pablo Marí. Quatro peças que fazem diferença, mais a capacidade dele, o cara é muito bom. O time do Flamengo era redondo. A parte física deu evoluída grande, marcação pressão, machucavam poucos jogadores. Isso tem que se valorizar, é trabalho da comissão técnica, do preparador físico. Jesus é sem dúvida um grande técnico e pegou o melhor time do país.

Sobre Sampa, as referências do estágio feito com o mesmo quando ele trabalhou na Europa e também nas experiências de enfrentar a Universidad de Chile quando Rogério ainda eram jogador também serviram para exaltar o trabalho do argentino. Algo que, para ele, o coloca tendo ligeiramente mais mérito do que JJ na sua passagem pelo Brasil mesmo não tendo conquistado tantos títulos como o lusitano.

- Já o Sampaoli, eu sei que é um grande treinador, passei uma semana com ele no Sevilla. Sempre gostei de enfrentá-lo nos meus tempos de jogador. Enfrentei quando ele era técnico da La U. Ele arriscava muito, vinha para cima, pressionava. Ele extraiu o máximo do máximo que podia do elenco que tinha (Santos) - disse Ceni, finalizando:

- Jesus? Fantástico, muito acima da média. Sampaoli? Fantástico. Quem conseguiu mais? Pelos elencos que tinham, acho que o Sampaoli extraiu mais com o vice-campeonato. A passagem do Jesus foi engrandecedora, de muito aprendizado para todos nós, outros treinadores do Brasil. Sem dúvida, dois treinadores extraordinários.

Últimas