Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Queniano bate recorde dos 42k na Maratona do Rio

Etíope vence entre as mulheres, com brasileira em segundo

Lance

Lance|Do R7

A 22ª edição da Maratona do Rio, o maior Festival de Corridas da América Latina, chegou ao fim neste domingo (2) com provas de alto nível nos 42k, com direito à quebra de recorde entre os homens. O queniano Josphat Kiprotich conquistou o bicampeonato, com o tempo de 2h12min35s, batendo a própria marca de 2023 (2h13min29s).

- Estou muito feliz por vencer e bater o recorde da maratona. Eu me preparei bem nos últimos três meses e tentei puxar o ritmo o mais forte possível- disse o vencedor, que cruzou quase três minutos à frente do compatriota Zablon Chumba, que chegou a liderar parte do percurso.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

O melhor brasileiro na prova foi Ederson Vilela Pereira, que terminou em quarto.

Publicidade

- Foi uma prova de alto nível. Fiz a primeira metade de forma conservadora para vir buscando na segunda parte. Fui feliz na tática. É minha primeira vez na Maratona do Rio e ser o melhor brasileiro é um presente antecipado de aniversário. Completo 34 anos dia 6 agora - comemorou o paulista de Caçapava.

Entre as mulheres, uma disputa equilibrada entre as três primeiras colocadas, que se revezaram na liderança e chegaram separadas por apenas 20 segundos. A etíope Betelhem Moges venceu em sua primeira participação na Maratona do Rio.

Publicidade

- Estou contente com o meu desempenho, porque estou vindo de um longo período de contusão. Quero voltar ano que vem para buscar o bicampeonato - falou, sorridente, a vencedora.

➡️ Brasil vence Tailândia e encerra segunda semana da VNL com 100% de aproveitamento

Publicidade

Amanda Aparecida de Oliveira chegou em segundo, apenas seis segundos atrás da primeira colocada.

- Cumpri a meta de fazer abaixo de 2h40min e fiquei feliz de superar atletas mais experientes que eu. Corri o tempo todo na sexta, sétima posição para buscar o pódio no fim. Só posso agradecer a todo mundo pela força e à Maratona pela organização - elogiou a mineira de Mercês de 27 anos, a atleta mais jovem do pódio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.