Lance Presidente do Palmeiras, Leila Pereira detona arbitragem em reunião na CBF: 'Banalizaram o erro'

Presidente do Palmeiras, Leila Pereira detona arbitragem em reunião na CBF: 'Banalizaram o erro'

Dirigente reforçou os discursos do Verdão em relação às polêmicas que ocorreram nas oitavas da Copa do Brasil

Lance
  • Lance | por Lance

Presidente do Palmeiras aponta que erro foi inadmissível e confessa se sentir "impotente" diante do acontecido

Presidente do Palmeiras aponta que erro foi inadmissível e confessa se sentir "impotente" diante do acontecido

Lance

Na manhã desta terça-feira, Leila Pereira participou de uma reunião particular com a CBF e concedeu entrevista coletiva transmitida pelo canal ESPN. Nela, a presidente do Palmeiras detonou a arbitragem após polêmicas na Copa do Brasil.

"Olha, eu tenho que ser otimista. Vim até aqui conversar para mostrar minha indignação e minha revolta. Quando digo que é minha, falo pelo Palmeiras, pelos torcedores e por todo o futebol brasileiro. O que aconteceu com o Palmeiras é inadmissível. Mas, por outro lado, me sinto impotente. Não sei o que podemos fazer", desabafou.

A presidente se refere ao erro admitido pela CBF no jogo de volta das oitavas da Copa do Brasil. A entidade admitiu que o VAR não traçou a linha para checar se a posição do atacante Calleri, no lance que deu ao Tricolor um pênalti cobrado e convertido pela equipe, era irregular ou não.

Com isso, o jogo foi para os pênaltis e o time de Leila Pereira e Abel Ferreira foi eliminado do torneio.

"Espero que esse fato sirva como divisor de águas para o futebol brasileiro. Que isso não volte a se repetir. Retiraram a oportunidade do Palmeiras de participar de um campeonato de extrema importância. Nos causaram um prejuízo milionário e esportivo. Eu como presidente e investidora, fico preocupada. A própria CBF reconheceu o erro, então não podemos banalizar isso. Não podemos banalizar o erro. Não dá para errar. Temos que trabalhar para que o erro seja exceção. Pelo que vejo, as pessoas tratam isso com muita banalidade. Se o árbitro errar, deve ser punido. Não espero somente uma apresentação em vídeo, espero atitudes. Que a arbitragem seja tratada de uma outra forma", concluiu.

Palmeiras e Fluminense dominam a seleção do 1º turno do Brasileirão

Últimas