Lance Presidente do Cruzeiro crítica contrato firmado pelo clube com Fred e chama o acordo de 'inacreditável'

Presidente do Cruzeiro crítica contrato firmado pelo clube com Fred e chama o acordo de 'inacreditável'

José Dalai Rocha crê que a Raposa poderá vencer o processo em que o Atlético-MG cobra mais R$ 10 milhões pela multa rescisória do atacante com o alvinegro

Lance
Lance

Lance

Lance

O contrato do agora ex-atacante do Cruzeiro, Fred, com o clube mineiro ainda é pauta de questionamento na Raposa e dos seus atuais diretores. O presidente interino do clube e do conselho cruzeirense, José Dalai Rocha, chamou o acordo firmado com o jogador, em 2017, por Itair Machado de conto do “Chapeuzinho Vermelho” contra o Lobo Mau, para mostrar como o contrato não foi bem “amarrado”.

Fred foi contratado no fim de 2017, quando deixou o Atlético-MG para jogar pela Raposa. Já nessa troca iniciou-se o acordo que foi ironizado por Dalai Rocha.

O Cruzeiro ofereceu várias vantagens ao jogador, como um salário acima dos R$ 800 mil mensais, além de se comprometer a arcar com uma dívida de R$ 10 milhões(com juros e custas do processo, esse valor poderá ultrapassar os 14 milhões de reais) que o jogador tem com o alvinegro por uma multa rescisória prevista no vínculo de Fred com o Galo caso ele fosse jogar pelo Cruzeiro.

Essa multa gerou uma disputa judicial entre os dois clubes desde então, com vitórias atleticanas, passagens por vários órgãos. O imbróglio pode ter fim em 2020 e José Dalai Rocha crê que o time azul tenha sucesso no processo.

- O contrato do Fred é um desses contratos, que você lê, lê e não acredita que possa ter sido assinado. É um negócio impressionante. Costumo falar que, em alguns contratos, o Cruzeiro tem tanta chance como o Chapeuzinho Vermelho diante do Lobo Mau. Então, a questão do Fred tem aquela cláusula de que o Fred pagaria uma multa de R$ 10 milhões se fosse para o Cruzeiro. O Cruzeiro assumiu, quando fez o contrato com o Fred, assumiu a responsabilidade da multa, caso ela venha a se concretizar-disse o presidente ao Canal do Nicola.

José Dalai Rocha acredita que o processo deixará os órgãos de arbitragem para voltar a ser decidido na Justiça do Trabalho, com chances de sucesso para o Cruzeiro.

- O Atlético já teve ganho de causa(no CNRD-Câmara Nacional de Resoluções de Disputas). A questão vai ser discutida, porém, na Justiça Trabalhista. Essa questão é a última palavra. O que é jurisprudência praticamente pacífica na Justiça do Trabalho é que o empregador não pode tolher o empregado de trabalhar, de encarar o mercado e trabalhar. Seria cláusula não escrita. O Atlético tem outros argumentos. Quer ser vencedor com os argumentos que tem. Mas o Cruzeiro também tem suas argumentações, porque a Justiça do Trabalho é cláusula escrita quando o empregador quer tolher o empregado de voltar a se inserir no mercado de trabalho. Eu acho que o Cruzeiro vai ficar livre dessa multa – disse o presidente cruzeirense.

Fred deixou o Cruzeiro recentemente após conseguir na Justiça a sua rescisão contratual com a Raposa. Entretanto, o vínculo ainda não teve a rescisão publicada no BID, da CBF. O Fluminense pode ser o destino do jogador, assim que o futebol retomar as atividades.

Últimas