Presidente da Ferj, Rubens Lopes fala sobre suspensão do Campeonato Carioca: 'A Paralisação é total'

Na decisão, a Ferj também recomendou que os clubes interrompam todas as atividades do departamento de futebol, tais como treinamentos e outras que impliquem aglomerações

Lance

Lance

Lance

Nesta segunda-feira, uma reunião determinou a suspensão do Campeonato Carioca por 15 dias por conta da pandemia do Coronavírus. A decisão foi feita pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), representantes dos clubes e Sindicato dos Atletas e de Treinadores. A medida vale para todas as competições organizadas pela entidade, incluindo as categorias de base. Rubens Lopes, presidente da Ferj, falou sobre o prazo estipulado para a paralisação.

- Por que 15 dias? Foi número aleatório, mas foi em consonância com os prazos da maioria do país. Decreto de governador, de federações, mas é prazo dinâmico. Pode ser aumentado ou encurtado. Montamos um grupo, como um gabinete de crise, para irmos nos atualizando - explicou o presidente da Ferj.

Na decisão, a Ferj também recomendou que os clubes interrompam e suspendam todas as atividades do departamento de futebol, tais como treinamentos e outras que impliquem aglomerações. A decisão poderá ser revisada a qualquer momento dependendo da evolução do quadro da pandemia.

- A paralisação é total. Não adianta não ter partida e continuar tendo treino. Não foi discutida uma solução definitiva pois não é possível. A CBF também não conseguiria. As entidades têm o mesmo problema. Hoje a coisa é de um jeito, mas é dinâmico, amanhã pode mudar. Conversei com o presidente da CBF, Rogério Caboclo e estamos na mesma página - completou Rubens Lopes.