Presidente da Conmebol admite que final da Libertadores pode não acontecer no Maracanã

Alejandro Dominguez quer manter os planos, mas grande números de casos do Coronavírus deixa decisão no ar

Lance

Lance

Lance

A final da Libertadores 2020, que estava marcada para acontecer no Maracanã, pode acontecer em outro local por conta da grande quantidade de casos do COVID-19 no país. Em entrevista, Alejandro Dominguez, presidenta da Conmebol, não confirmou que a final será no estádio, embora a vontade da entidade seja esta.

- Sobre a final única da Libertadores no Maracanã, é todo um tema. Temos que esperar como segue o vírus e a sua evolução. Nosso desejo segue sendo o mesmo, mas estamos presos a isso - afirmou em declaração à "Rádio Rivadavia".

Antes da pandemia do Coronavírus afetar o mundo, a final da Libertadores 2020 estava marcada para acontecer no Maracanã no dia 21 de novembro. Entretanto, com todos os acontecimentos recentes, a data deve ser adiada.

O Brasil é o segundo país com maior número de casos de COVID-19 no mundo, atingindo mais de 1 milhão de casos nesta sexta-feira. Já o Rio de Janeiro também se destaca negativamente, sendo o segundo estado com mais casos do Brasil e uma taxa de mortalidade altíssima.