Lance Presidente da Confederação Brasileira de Skate descarta 'racha' entre atletas olímpicos

Presidente da Confederação Brasileira de Skate descarta 'racha' entre atletas olímpicos

Declaração de Letícia Bufoni expos relação distante entre o medalhista Kelvin Hoefler com o restante da equipe. Eduardo Musa diz que "tem gente que se gosta e não se gosta"

Lance
Lance

Lance

Lance

Eduardo Musa, presidente da Confederação Brasileira de Skate, negou que possa haver um racha entre os skatistas brasileiros que disputaram os Jogos Olímpicos. A skatista Letícia Bufoni declarou que o medalhista Kelvin Hoefler se isolava do restante do grupo e que bloqueou a CBSk no Instagram.

- A gente está num ambiente de competição. Óbvio que no nosso grupo tem pessoas que se gostam ou não se gostam. Se o problema tivesse acontecido na seleção, eu até poderia aceitar [a palavra] "racha", mas veio todo mundo sabendo o que ia acontecer. Não era um segredo. Eles se conhecem, cada um no seu canto, convivem, bom dia, boa tarde, boa noite e é isso que dá - disse Musa em entrevista à "Folha de São Paulo".

+ Veja a tabela da Seleção Brasileira feminina em Tóquio!

A skatista Pâmela Rosa também declarou que tinha posturas parecidas com a de Kevin, que qualificou o isolamento como uma forma de se concentrar na competição. O presidente da CBSk minimizou o relacionamento entre os atletas.

- Todo mundo decolou sabendo disso, sem problema nenhum. Inclusive se não quiser falar comigo ou com a Tati, chefe de equipe, não tem problema. Temos um combinado: ir para o treino, fazer fisioterapia, recuperação. Fez isso, é um acordo profissional entre a gente. Se pudermos ter um ambiente melhor, lindo. Fico zero incomodado quando duas pessoas não se relacionam - pontuou.

FEITO HISTÓRICO
O skate brasileiro fez história nos Jogos Olímpicos. Kevin Hoefler venceu a medalha de prata e Rayssa Leal também, se tornando, de quebra, a medalhista mais jovem da história olímpica do Brasil, com 13 anos e 203 dias.

Últimas