Lance Presidente da CBBoxe comemora “melhor começo de ano da história” da seleção brasileira

Presidente da CBBoxe comemora “melhor começo de ano da história” da seleção brasileira

Presidente da CBBoxe comemora “melhor começo de ano da história” da seleção brasileira

Lance
Lance

Lance

Lance

O boxe brasileiro iniciou o ano de 2022 com uma campanha histórica, conquistando 50 medalhas em menos de cinco meses. Com o total de 70 participações da equipe em eventos internacionais – incluindo atletas das categorias Elite e Juvenil, masculino e feminino – a equipe chegou a 25 medalhas de ouro, cinco de prata e 20 de bronze.

De acordo com o presidente da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) Marcos Brito, esse é o melhor começo de ano da história da seleção. Além disso, o dirigente destacou também a recente campanha da seleção feminina no Campeonato Mundial, em que Bia Ferreira e Carol Almeida conquistaram as medalhas de prata e bronze, respectivamente.

“Traçamos um objetivo de treinamento para termos a equipe no auge em 2024 para as Olimpíadas, mas os mundiais são campeonatos com enorme importância. Apesar de não termos conseguido trazer o ouro, ficamos entre as melhores do mundo, levamos quatro atletas e conseguimos duas medalhas, algo que nunca antes tinha acontecido com a equipe feminina”, destacou Marcos Brito.

“Já no Continental ficamos em primeiro lugar no conjunto de equipes masculina e feminina. É o melhor começo de ano da história da seleção brasileira. O nosso objetivo aqui para frente é trabalharmos forte para o Campeonato Sul-americano”, completou.

O Brasil em 2022

A temporada de 2022 da Seleção Brasileira de Boxe iniciou com um torneio preparatório na Europa, o 66th.Bocskai István Memorial Tournament 2022, que ocorreu no mês de janeiro em Györ, na Hungria. No evento, os 16 atletas participantes da categoria Elite conquistaram medalhas e asseguraram o lugar mais alto do pódio para a equipe do Brasil, com nove medalhas de ouro, duas de prata e cinco de bronze.

Já o campeonato Continental Elite ocorreu na cidade de Guayaquil, Equador, no mês de março, e mostrou mais uma vez o grande crescimento do boxe brasileiro na América. O Brasil assegurou mais uma vez o título de campeão por equipes, conquistando sete medalhas de ouro, duas de prata e três de bronze. No mês de abril ocorreu na República Tcheca o 52th. Grand Prix Ustí Nad Labem 2022, com a participação de seis atletas do sexo masculino apenas e cinco medalhas de ouro conquistadas. A performance brasileira nesta tradicional competição garantiu o primeiro lugar por equipes uma vez mais para o país.

Finalmente, o campeonato Mundial Elite feminino ocorreu em maio na cidade de Istanbul, Turquia. Este evento estava previsto para dezembro de 2021, porém, em função do agravo da pandemia e das restrições de entrada no país, foi adiado para 2022. O Brasil esteve presente com apenas quatro atletas e retornou com duas medalhas: uma prata e um bronze. É a primeira edição deste evento que o Brasil conquista mais do que uma medalha. As demais 15 medalhas foram conquistadas pela equipe Juvenil, somando 50 no total.

Últimas