Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Por tranquilidade, Djokovic se hospeda em casa de US$ 40 milhões em Nova Jersey

Sérvio está em casa de amigo em condado super seleto para disputa do US Open

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

De olho em tranquilidade e sair do burburinho de Nova York, Novak Djokovic escolheu ficar em uma casa de US$ 40 milhões, pouco menos de R$ 200 milhões, em cidade em Nova Jersey, para a disputa do US Open.

A casa, em um terreno de 16 hectares, é localizada na pequena cidade de Alpine, em Nova Jersey, com apenas 1,7 mil habitantes, localizada no condado de Bergen, é uma das comunidades mais ricas e isoladas dos Estados Unidos e atraiu comparações com West Palm Beach e Beverly Hills. Tracy Morgan, CC Sabathia e as famílias de Chris Rock e Stevie Wonder moram lá. As casas à venda em Alpine variam de cerca de US$ 2 milhões, no valor mais baixo, a US$ 17 milhões e mais.

Também fica a apenas 11 km da Ponte George Washington e a 39 km do Centro Nacional de Tênis USTA Billie Jean King, facilitando o deslocamento de Djokovic para frente e para trás.

“Eu combino a cidade com Nova Jersey”, disse Djokovic, que busca o 24º título de Grand Slam e já estreou com vitória contra o francês Alexandre Muller.

Publicidade

“Normalmente, antes do início do torneio, estou na cidade”, acrescentou Djokovic, que não foi autorizado a entrar nos EUA para o Aberto dos EUA do ano passado devido ao seu status de vacinação COVID-19. “Assim que o torneio começar, entraremos em modo de bloqueio total. Meu amigo tem uma linda propriedade lá com quadras de tênis. Só eu e minha família, ficamos lá. Temos um momento relaxante. É ótimo nos dias de folga entre as partidas, você meio que recarrega, rejuvenesce e consegue sair e realmente ter mais energia.

“Sinto que a cidade é incrível, mas depois de um tempo começa a ser uma distração. Quando o torneio começa, o que você precisa é de tranquilidade, apenas de levar as coisas no dia a dia.”

Publicidade

O amigo de Djokovic é Gordon Uehling, um ex-tenista profissional que alcançou o ranking 925 como seu melhor na carreira e agora dirige um centro de treinamento de tênis chamado CourtSense, que opera nos clubes Tenafly e Bogotá Racquet.

Questionado se tinha saído para comer em Nova Jersey, Djokovic disse: “Normalmente, eu ficaria em casa. Se eu sair para comer seria na cidade, mas sim, Jersey é muito legal. Muito mais tranquilo e muito próximo da cidade e também de Flushing Meadows aqui.”

Publicidade

Djokovic e sua família – esposa Jelena, filho Stefan e filha Tara – permaneceram durante anos no complexo de Uehling, que possui quadras externas de piso duro, saibro e grama, bem como uma quadra coberta.

“Gordon é meu melhor amigo aqui na América nos últimos 15 anos”, disse Djokovic à NJ Advance Media. “Sempre fui gentilmente convidado por ele para ficar na casa dele.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.