Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Por que os pilotos da Fórmula 1 estão irritados com o calendário?

Estrelas da categoria reclamam sobre o número de corridas

Lance|

Lance
Lance Lance (Lance)

Os pilotos da Fórmula 1 possuem muitos desafios durante a temporada e, naquilo que extrapola a corrida, o calendário intenso é motivo de irritação de algumas das principais estrelas da competição.

A edição de 2024 da modalidade terá sua primeira disputa realizada no circuito de Sakhir, no Bahrein. Contudo, o excesso de etapas da temporada virou alvo de críticas de vários pilotos, como Max Verstappen e Fernando Alonso. 

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Neste ano, houve a adição dos Grande Prêmios da China e da Emilia-Romagna. Durante a coletiva, o atual tricampeão disparou sobre a rotina pesada e longa da competição.

- Já sinto que estamos acima do limite de corridas. Na minha opinião, sim. Eu sei que ainda estou muito jovem, mas eu sei que não farei isso por mais dez anos. Acho que qualidade deveria estar acima da quantidade. Do meu ponto de vista, e já disse isso antes, isso não é sustentável. Eu amo muito correr, eu faço isso também fora da Fórmula 1, mas, em um determinado momento, você começa a olhar para a qualidade de vida e o quanto você está distante para fazer um esporte que ama - declarou Verstappen.

- Nós precisamos ver isso, pois, acho que vamos começar a revezar os pilotos, o que seria um pouco maluco. No fim das contas, claro, isso é Fórmula 1, sabemos o que eles querem para o esporte, mas começamos a ver algumas pessoas no automobilismo encurtando as carreiras por isso- completou o piloto holandês.

➡️ Como funciona o teto de gastos da F1?

Fernando Alonso fez uma comparação com a época que entrou na Fórmula 1, quando o calendário possuía 17 corridas. Além disso, deu atenção para uma possível falta de motivação a partir da metade da competição.

- Acho que estamos acima do limite. Quando comecei, tinha 17 corridas. Foi para 18 em algum momento. Quando a Liberty Media chegou, foi como em uma mensagem em 2021, o limite seria de 20 corridas. Agora estamos em 24. Isso não é sustentável para o futuro, acho que para ninguém. Até o campeão mundial acha que esta temporada é um pouco longa. Imagine para o restante, que vai para as corridas na segunda metade do campeonato sem brigar por nada. Ou alguém entende isso ou vai ser prejudicial ao esporte - concluiu o experiente piloto.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.