Lance Policial faixa-preta de Jiu-Jitsu realiza curso para capacitar profissionais de segurança pública e privada

Policial faixa-preta de Jiu-Jitsu realiza curso para capacitar profissionais de segurança pública e privada

Com sistema baseado em defesa pessoal, curso de formação de instrutores já formou mais de 100 profissionais

Lance
Lance

Lance

Lance

Depois de formar mais de cem profissionais da área de segurança pública e privada em 2020, o faixa-preta de Jiu-Jitsu Rodrigo "Shalom" Prujansky, que também é oficial e instrutor da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e formado em Direito com pós-graduação em Direito Público e Privado, quer expandir ainda mais o seu curso de formação de instrutores em 2021, capacitando o maior número possível de profissionais para evitar que incidentes como os ocorridos recentemente em supermercados brasileiros se repitam. Para este ano, ele já tem programado cursos para janeiro, fevereiro e março.

“Minha expectativa é conseguir atender a procura de todos os profissionais de segurança, tanto pública quanto privada. Muitos policiais das mais diversas forças tem me procurado, de vários Estados do Brasil. Tenho como objetivo também conseguir atender o público civil, que tem conhecimento de artes marciais e que queira explorar isso como professor e instrutor, e aqueles que hoje andam armados, mas não tem confiança na melhor maneira de portar o armamento ou de se colocar em público sem que seja notado que está armado”, disse Rodrigo "Shalom”.

O primeiro curso do ano acontece no dia 13 de janeiro, quando será realizado um módulo para abordar assuntos sobre vivência policial, abordagem e defesa pessoal. No dia 23 será realizado o segundo módulo onde o assunto será defesa pessoal feminina. E, nos dias 30 e 31 acontece o curso prático, onde o aluno precisa ser integrante de alguma força de segurança ou ser graduado em alguma arte marcial.

“Os primeiros módulos são abertos para o público em geral. Para participar basta ser maior de 18 anos. Já para participar dos cursos de instrutores, o aluno precisa ter conhecimento básico de alguma arte marcial, prestar algum serviço de segurança privada ou ser de alguma força policial. Vale destacar que o módulo do dia 23 de janeiro, onde falaremos sobre defesa pessoal feminina, é tanto para homens quanto mulheres que queiram aprender mais sobre o assunto e também para mulheres que queiram aprender a se defender. Para os policiais ainda irei realizar um curso no dia 16 para tratar sobre patrulha. Em breve também irei anunciar cursos para abordar pessoas que tenham o CAC (colecionador, atirador e caçador) e o CR, que é o registro de arma e que não tem nada a ver com porte de arma”, explicou o faixa-preta da Gracie Barra.

Além das datas já programadas, Rodrigo “Sholom” planeja realizar no final de todos os meses um módulo de curso, seja nível 1 ou 2. Para o primeiro trimestre já estão confirmados três módulos de nível 1, que acontecerão nos dias 30 e 31 de janeiro, 27 e 28 de fevereiro e 20 e 21 de março.

O Sistema Shalom é baseado principalmente nas técnicas de defesa pessoal do Jiu-Jitsu Gracie, mas também utilizando técnicas de Judô, Krav Maga, Aikido entre outras artes marciais eficientes no combate corpo a corpo. O curso é dividido em três módulos: básico, avançado e especial.

Últimas