Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Polícia analisa digitais para descobrir responsáveis por ameaça a Vini Jr, diz rádio espanhola

Antes de jogo da Copa do Rei, torcedores do Atlético penduraram boneco do brasileiro sendo 'enforcado' em uma ponte de Madri

Lance|

Lance
Lance Lance

A polícia espanhola segue investigando uma ameaça dos torcedores do Atlético de Madrid ao brasileiro Vini Jr. Agora, agentes analisam as digitais de pessoas que passaram pela ponte onde o crime foi cometido para tentar identificar os responsáveis. As informações são da rádio "Cadena SER".

Ainda de acordo com a rádio espanhola, a polícia acredita que oito pessoas participaram do ato. Outra frente da investigação é o rastreamento de placas de carro que passaram pelo local.

+ Saiba quais são os 25 elencos mais valiosos do mundo ao fim da janela europeia

RELEMBRE O CASO

Continua após a publicidade

No dia 26 de janeiro, antes do clássico entre Atlético e Real Madrid, torcedores colchoneros penduraram um boneco de Vinicius Jr sendo "enforcado" com os dizeres "Madrid odeia o Real". Após a repercussão da imagem, a La Liga e o Atlético emitiram notas condenando a atitude da ala radical da torcida do clube espanhol.

Vini Jr enforcado - Atlético x Real
Vini Jr enforcado - Atlético x Real Vini Jr enforcado - Atlético x Real

Boneco de Vini Jr. sendo 'enforcado' em ponte (Foto: Reprodução/Marca)

Continua após a publicidade

+ Lédio Carmona condena perseguição a Vini Jr na Espanha: 'Uma hora ele vai embora'

O confronto entre as duas equipes, válido pela Copa do Rei, terminou com vitória do Real por 3 a 1. Já na reta final da prorrogação, Vini marcou o terceiro gol da sua equipe. Antes, aos 20 minutos de jogo, a torcida merengue cantou o nome do brasileiro como forma de apoio.

Nas últimas temporadas, Vinicius já foi alvo de insultos racistas na Espanha em diversas oportunidades. Dentro e fora dos estádios, o brasileiro sofre com o preconceito racial. Depois de ser ofendido por torcedores do Real Valladolid em um jogo no final do ano passado, o atacante cobrou a La Liga e disse que a organização do campeonato "não faz nada".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.