Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Pelé: mineiro, atleticano e com forte história com o Cruzeiro

O 'Rei do Futebol' morreu nesta quinta-feira e tinha ligação com clubes mineiros

Lance

Lance|Do R7


Lance
Pelé tinha ligação com o futebol mineiro - Arquivo / LANCE!

O mundo do futebol lamenta nesta quinta-feira (29) a morte do ex-jogador, Pelé. E o 'Rei do Futebol' já reconheceu ser atleticano por causa do pai e já teve uma grande história com o Cruzeiro.

Pelé nasceu em Três Corações, no sul de Minas Gerais. E já foi falado alguns clubes do coração, como o Corinthians, como escreveu Luiz Carlos Cordeiro, autor do livro 'De Edson a Pelé' e até foi falado dito que o Rei era vascaíno.

Todavia, em 1999, em entrevista à Revista Placar, Pelé disse que torcia pelo Atlético-MG por causa do pai.

- Essa história (de ser vascaíno) começou quando eu disputei um torneio por um combinado Santos-Vasco. Mas, na verdade, eu torcia pelo Atlético Mineiro, porque meu pai, ‘seu’ Dondinho, jogou lá - salientou.

Publicidade

O pai de Pelé realmente atuou com a camisa do Atlético-MG. Sua passagem, no entanto, foi breve, apenas um jogo, um amistoso contra o São Cristóvão, do Rio de Janeiro. A partida foi disputada em 1940, no Estádio Antônio Carlos, onde hoje é o Shopping Diamond Mall - vendido pelo Galo recentemente.

O jogo serviu de teste para o pai do Rei do Futebol. Todavia, ele sofreu uma dura entrada no joelho e lesionou-se, ficando, portanto, sem contrato.

Publicidade

Tempos depois, quando Pelé já iniciava sua trajetória para se tornar Rei, o Cruzeiro cruzou seu caminho. Isso porque Pelé estava no grupo com Pepe e Coutinho, na equipe que era pentacampeã brasileira. Todavia, um jogo contra Tostão, Dirceu Lopes, Natal e Piazza, terminou em uma goleada de 6 a 2 para a Raposa.

Nesta partida, Pelé terminou expulso, irritado com a forte marcação. Na saída, ele foi hostilizado pela torcida do Cruzeiro que perguntava: 'Cadê o Pelé?'. O Rei do Futebol, no entanto, levou na esportiva e mostrou cinco dedos para os cruzeirenses, lembrando os cinco títulos brasileiros do Santos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.