Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

PCMG instaura inquérito para investigação de briga de organizadas de Atlético-MG e Cruzeiro

Confusão aconteceu em um bar de Sete Lagoas, Região Central de Minas Gerais, no último domingo, 19 de março 

Lance

Lance|Do R7


Lance
Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento no qual atleticanos agridem cruzeirenses, sem nenhum motivo anterior - (Foto: Reprodução)

Um bar de Sete Lagoas, Região Central de Minas Gerais foi palco de mais uma confusão entre torcidas organizadas de Atlético-MG e Cruzeiro. O fato ocorreu durante a noite do último domingo, 19 de março, quando membros de uma organizada atleticana agrediram uniformizados cruzeirenses sem nenhum motivo anterior.

Imagens de câmeras de segurança flagraram a pancadaria. inicialmente, dois atleticanos golpeiam um cruzeirense, que cai no chão e segue sendo agredido. Na sequência, enquanto torcedores do Cruzeiro tentam se defender, atleticanos investem em mais agressões. Há, inclusive, o lançamento de uma cadeira na direção de uma das vítimas.

+ Novidade no ar! Acompanhe as últimas negociações de Atlético-MG e Cruzeiro no mercado da bola

Após a repercussão do caso, a Galoucura, principal torcida organizada do Atlético-MG, emitiu uma nota dizendo que repudia "qualquer ato ou atitude que venha prejudicar o andamento de nossa entidade". Dois torcedores foram identificados e punidos ou suspensos: Andrey Filipe Gomes do Carmo e Rodrigo Miranda de Castro.

Publicidade

A Polícia Civil de Minas Gerais, por sua vez, informa por nota que instaurou inquérito para investigar o caso. Confira:

- Sobre uma briga que envolveu torcedores do Atlético-MG e do Cruzeiro, ocorrida no domingo (19), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que instaurou inquérito policial para apuração dos fatos. A investigação, que ficará a cargo da Delegacia Regional de Sete Lagoas, visa identificar os suspeitos para a devida responsabilização criminal. Por ser supostamente crime previsto no Código Penal (art. 137 - participar de rixa, salvo para separar os contendores), a ação penal pública é incondicionada, ou seja, não precisa de manifestação de qualquer pessoa para ser iniciada. Além disso, há conexão com o Estatuto do Torcedor - publicou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.