Lance Paulo Pezzolano terá que pagar duas partidas de suspensão por julgamento no STJD

Paulo Pezzolano terá que pagar duas partidas de suspensão por julgamento no STJD

Treinador foi condenado por três partidas; uma já foi paga 

Lance
Lance

Lance

Lance

O técnico Paulo Pezzolano foi condenado, nesta quarta-feira, em três jogos de suspensão do Cruzeiro pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva em sessão da Terceira Turma. Uma suspensão, já paga, foi por expulsão na partida contra o Fluminense pela Copa do Brasil, e as outras duas foram por cartão vermelho contra o CSA, na Série B.

Paulo Pezzolano recebeu três jogos de punição no final das contas, mas já havia pago um. Com isso, terá de ficar de fora de mais duas partidas do Cruzeiro. O clube mineiro ainda pode recorrer.

O julgamento da expulsão na partida contra o CSA teve base no artigo 243-F, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre "ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto".

Nesta partida, o treinador se irritou com falta em Rômulo, e reclamou acentuadamente, gesticulando. O árbitro Flávio Rodrigues de Souza deu cartão amarelo para o técnico, e depois o vermelho. Após ser expulso, Pezzolano puxou o juiz pela camisa, e precisou ser contido por sua comissão.

Já no confronto contra o Fluminense, o técnico foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código".

Nesta partida, Pezzolano perdeu a paciência após a não-marcação de um toque de mão do zagueiro Manoel, do Fluminense. O treinador tomou o cartão amarelo e depois vermelho por reclamações, e precisou ser contido ao invadir o campo.

O Cruzeiro também foi julgado por lançamento de objetos ao gramado por parte de torcedores e brigas nas arquibancadas, mas foi absolvido.

Últimas