Lance Paquetá define como 'desrespeitosas' críticas da imprensa francesa a Neymar: 'Pessoas falam demais'

Paquetá define como 'desrespeitosas' críticas da imprensa francesa a Neymar: 'Pessoas falam demais'

Atleta do Lyon se mostra solidário ao camisa 10, que foi acusado de chegar aos treinos do PSG em 'estado de embriaguez': 'As pessoas falam demais'

Lance
Lance

Lance

Lance

O meia Lucas Paquetá não titubeou ao falar sobre as acusações de um jornalista francês de que Neymar vem chegando aos treinos do PSG em "estado de embriaguez". Em entrevista coletiva nesta terça-feira (22), antes do treino da Seleção Brasileira, o atleta do Lyon defendeu seu colega de Seleção.

- Eu acho que isso é até desrespeitoso em se falar, em transmitir informações que não são verdadeiras. Ele (Neymar) obviamente não comentou isso, acredito que não seja verdade. Mas as pessoas falam demais e isso acaba nos afetando de certa forma, um pouco. É difícil filtrar. Mas eu vou te dar um exemplo: falaram que era o Homem-Aranha na minha casa (risos). Então você não pode acreditar no que as pessoas falam e colocar isso como certeza num atleta - e ressaltou:

- Tem muitas coisas que envolvem o atleta e o Neymar é profissional, acredito que ele não tenha feito isso - completou.

Paquetá também se mostrou feliz com a presença do seu companheiro de Seleção. O camisa 10 havia ficado de fora das últimas três partidas pelas Eliminatórias.

- Você vai sempre escutar da minha boca que o Neymar acima de tudo é uma grande pessoa, um grande profissional, que tem um talento incrível e sem dúvidas é o nosso melhor jogador da Seleção Brasileira. Tê-lo do lado é um privilégio. Eu, particularmente, quando tenho Neymar do meu lado me sinto muito mais forte, assim como todos os companheiros. Ele também sente isso quando está na Seleção. A gente se motiva mais, se abraça mais e isso nos torna mais fortes - disse.

O atleta enxerga que a pressão em torno de Neymar é algo natural.

- A cobrança existe independente de momento. O PSG foi eliminado e é claro que torcedores e imprensa vão cobrar relacionado a isso, mas acredito que ele vem se recuperando de lesão e ficando cada vez mais forte para nos ajudar na Seleção - declarou.


O meia disse o que espera do confronto com o Chile.

- Eu acho que vai ser um grande jogo, até pela história do confronto. Tivemos um primeiro jogo muito difícil na casa deles, em que saímos vencedores. Vai ser mais um jogo difícil. Independentemente da motivação deles, a nossa motivação é muito clara, é a Copa do Mundo, é a preparação. A gente coloca isso no nosso vestiário, no nosso dia a dia, nos treinamentos, para levar a campo seja lá qual adversário for - afirmou.

Paquetá treina com o grupo do Brasil para o duelo com o Chile, que acontecerá no Maracanã na quinta-feira, no Maracanã. Depois, a equipe medirá forças com a Bolívia no dia 29.

Últimas