Lance Palmeiras pode voltar a jogar final como mandante no Morumbi após 22 anos; entenda o motivo

Palmeiras pode voltar a jogar final como mandante no Morumbi após 22 anos; entenda o motivo

Verdão não terá Allianz Parque para decisão do Paulistão por conta de show

Lance
Lance

Lance

Lance

Dono da melhor campanha geral do Campeonato Paulista, o Palmeiras já sabe que jogará em casa a partida decisiva da competição caso se classifique para a final. O problema é saber onde será o jogo, já que a diretoria comunicou o técnico Abel Ferreira que o Allianz Parque estará impossibilitado de sediar o hipotético confronto, inicialmente agendado para o dia 3 de abril, por conta do show da banda estadunidense Maroon 5, que acontecerá dois dias depois.


O LANCE! apurou que a diretoria alviverde aguardará o andamento do Estadual para definir uma solução para o assunto. Isso porque o Pacaembu, tradicional palco do Verdão quando sua arena está impossibilitada de receber jogos, também está barrado por conta de reformas, problema que fez, por exemplo, a final da Copa São Paulo de juniores deste ano ser transferida para o Allianz Parque, para os protestos do Santos, adversário derrotado na final.

Por enquanto, duas opções são averiguadas. Caso o adversário do Palmeiras seja o São Paulo, o clube levará o duelo para a Arena Barueri. O palco não é estranho ao clube, que conquistou no local o título da Copa do Brasil de 2012.

Entretanto, se o adversário for Corinthians, a nostalgia surgirá. Isso porque o plano da gestão Leila Pereira é negociar com o rival tricolor o empréstimo do Morumbi para o jogo.

Tradicional palco de jogos e decisões do futebol paulista nos anos 1970, 1980 e 1990, o estádio são-paulino saiu do radar palmeirense com a virada do milênio. A última vez que o Verdão jogou uma final no local como mandante, por exemplo, foi na Copa Libertadores de 2000, que acabou perdendo nos pênaltis para o Boca Juniors, da Argentina.

Mesmo duelos eventuais, exceto clássicos com o próprio Corinthians até 2008, deixaram de ser mandados pelo Verdão no Morumbi neste século, coisa habitual nas décadas passadas.

Oficialmente, Leila procurou evitar o assunto em conversa com jornalistas na porta da CBF, nesta semana. Diz que espera até mesmo a semifinal, em respeito ao adversário, que poderá ser Bragantino ou Guarani.

- Isto é complicado, vai ter (que sair do Allianz), principalmente se formos para a final do Paulista. Estamos pensando. Dependendo de quem formos enfrentar, não estou contando com a final. Vamos passando e quando for para nos preocuparmos realmente com o jogo da final, voltamos a conversar.

Na entrevista coletiva após a vitória por 2 a 0 sobre o Ituano, que selou a classificação à semifinal, o técnico Abel Ferreira também fugiu do assunto.

- Não penso nisso. Ainda não estamos lá, temos um jogo e nisso que penso. É um assunto que não é problema meu. Não sou eu que marco shows, que vendo o estádio, não é problema meu. Seja onde for, vamos jogar para os nossos torcedores. Temos que estar em peso em qualquer jogo, quanto mais tivermos é melhor.

Esta não seria a primeira vez que o Palmeiras disputaria uma partida decisiva fora do Allianz Parque por evento marcado no local. Em 2019, o Verdão teve que encarar o Grêmio no Pacaembu pelas quartas de final da Copa Libertadores por conta de um show da dupla Sandy e Junior. O time acabou derrotado por 2 a 1 e foi eliminado.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Paulistão-2022 clicando aqui
> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Últimas