Lance Palmeiras negocia venda de Miguel Borja ao Junior Barranquilla

Palmeiras negocia venda de Miguel Borja ao Junior Barranquilla

Vivendo boa fase em 2021, atacante não deve retornar ao Verdão. Clubes conversam e outros times monitoram situação do jogador que está emprestado para equipe colombiana

Lance
Lance

Lance

Lance

O Palmeiras negocia a venda definitiva do atacante Miguel Borja ao Junior Barranquilla. O jogador já atua pelo clube colombiano desde 2020 e o atual vínculo por empréstimo vai até o fim de junho de 2021. A informação foi inicialmente publicada pela "ESPN" e confirmada pelo LANCE!/NOSSO PALESTRA.

A tendência é de que o Verdão facilite as condições de pagamento, permitindo que o valor da compra seja parcelado. Conforme apuração do L!/NP, a primeira oferta dos colombianos foi recusada pela diretoria Alviverde.

>> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

O Junior Barranquilla não é o único interessado na contratação de Borja. Miguel Ángel Russo, técnico do Boca Juniors, há tempos gosta do futebol do atacante e, recentemente, ligou para o estafe do atleta para sondar a situação. Clubes da Turquia e do México também estão entre os interessados. Novas propostas oficiais podem chegar à mesa do Alviverde nos próximos dias.


Valorizado, o centroavante de 28 anos vive grande fase em 2021, somando 15 gols em 24 partidas entre jogos pelo Junior e pela seleção Colombiana. Na última terça-feira (8), ele inclusive marcou o gol de empate contra a Argentina no último minuto, salvando seu país da derrota nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 e agitando palmeirenses nas redes sociais.

Após a partida, em entrevista coletiva, Borja lembrou da passagem pelo Verdão e confirmou o interesse em permanecer no futebol colombiano.

– Os momentos que vivi no Brasil quando não estava jogando foram difíceis e eu queria muito jogar aqui – pontuou.

No início de 2021, o Palmeiras cogitou o término do empréstimo e o retorno de Borja, mas Abel Ferreira barrou a ideia após o jogador solicitar uma vaga no time que disputava a reta final da Libertadores.

Borja tem contrato até o final de 2022 com o Palmeiras, com a possibilidade de ser estendido de forma unilateral pelo clube até o final de 2023. Em 2017, o Alviverde desembolsou 10,5 milhões de dólares (cerca de R$ 34 milhões, na cotação da época), com investimento da Crefisa, pela compra de 70% dos direitos do atacante, que foi eleito o melhor jogador da América do Sul em 2016.

Últimas