Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Palmeiras nega 'calote' após acusação do presidente do River Plate-URU 

Verdão alega não ter nenhuma relação com o River e afirma que os pagamentos de Piquerez estão em dia com o Peñarol-URU

Lance

Lance|Do R7


Piquerez chegou ao Palmeiras em 2021
Piquerez chegou ao Palmeiras em 2021

O Palmeirasfoi acusado de "calote" por parte do presidente do River Plate-URU. Isso porque, segundo o mandatário, o Verdão não teria pago as parcelas da contratação de Piquerez, que chegou ao clube em 2021. No entanto, o Alviverde nega qualquer dívida com o clube uruguaio e afirma que todo o pagamento está em dia com o Peñarol-URU, que é quem recebe os valores.

Piquerez foi contratado em meados de 2021 junto ao clube uruguaio por 3,8 milhões de dólares (R$ 19,77 milhões na cotação da época). No acordo, a quantia seria dividida entre três clubes: o Peñarol-URU, o River Plate-URU e o Defensor-URU. Acontece que Fabián Motta, presidente do River, diz não ter recebido sua parte até agora.

"Piquerez foi para o Palmeiras há dois anos, foi campeão da América, joga todos os jogos e o Palmeiras ainda não pagou os clubes", disse o cartola uruguaio à Rádio Sport890.

Segundo apurou a reportagem, o Palmeiras não tem relação direta com o River Plate-URU. Os pagamentos são feitos ao Peñarol-URU, que deveria fazer essa ponte e dividir a quantia com os outros dois clubes envolvidos. Ainda de acordo com o Verdão, todas as parcelas estão em dia e o que estava devido já foi pago. No dia 30 de julho, mais uma parcela da contratação vencerá.

Publicidade

Em junho deste ano, o Alviverde precisou quitar uma dívida de 1,1 milhão de dólares (R$ 5,3 milhões na cotação da época), referente a uma parcela atrasada de 2022. Embora o Palmeiras tenha procurado um acordo com o Penãrol para evitar a ida da questão para a Fifa, o clube uruguaio optou pelo processo na entidade máxima do futebol mundial, que deu ganho de causa aos uruguaios e determinou um prazo de até 45 dias para os dirigentes palmeirenses pagarem o devido, mas a medida foi cumprida em cerca de um mês.

O lateral-esquerdo está há quase dois anos no Palmeiras, período no qual disputou 102 jogos e marcou cinco gols. Além disso, conquistou seis títulos pelo clube: uma Libertadores (2021), um Brasileirão (2022), dois Paulistas (2022 e 2023), uma Recopa (2022) e uma Supercopa (2023). O contrato de Piquerez com o Verdão vai até dezembro de 2025.

Vai uma promessa aí? Veja joias da base que saíram barato do Brasil

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.