Lance Palmeiras e São Paulo passam de ‘colegas’ para concorrentes em 24 horas

Palmeiras e São Paulo passam de ‘colegas’ para concorrentes em 24 horas

Rivais têm interesses em comum na Supercopa do Brasil

Lance
Lance

Lance

Lance

Palmeiras e São Paulo estão em momento peculiar, em que a rivalidade ultrapassa as quatro linhas do campo de futebol. Os rivais concordaram sobre a realização da Supercopa do Brasil no Rio de Janeiro, mas travam batalha pela contratação de Caio Paulista.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

As diretorias pediram à CBF, em conjunto, que a decisão do torneio nacional aconteça no Maracanã, no dia 3 de fevereiro de 2024. A competição de jogo único reúne os campeões do Brasileirão e da Copa do Brasil, e o próprio Palmeiras é o atual campeão, após derrotar o Flamengo na edição deste ano.

Palmeiras e São Paulo preferem disputar a Supercopa do Brasil no Maracanã em razão da logística e da adaptação ao local. Entre as opções disponíveis, o Rio de Janeiro possibilita maior facilidade de locomoção das torcidas e delegações, pela proximidade com o estado de São Paulo.

Além disso, o Maracanã é o maior estádio do Brasil e pode suportar o máximo de torcedores possíveis dos rivais. A expectativa é que a decisão tenha um grande público, pelo tamanho do clássico. Em teoria, o estádio disponibilizaria 50% dos assentos para cada rival, totalizando em torno de 40 mil palmeirenses e 40 mil são-paulinos.

CONCORRÊNCIA

Paralelamente ao pedido “amigável” pelo Maracanã, no mesmo dia veio à tona a briga nos bastidores pela contratação do lateral/atacante Caio Paulista.

O São Paulo enxergava que tinha tudo acertado pela compra do jogador, que pertence ao Fluminense e estava emprestado justamente ao clube paulista. A opção de compra fixada em contrato é de 3,5 milhões de euros (R$ 19 milhões).

Porém, o clube do Morumbi tentava negociar um parcelamento do valor junto ao Tricolor Carioca. Em meio às tratativas, o Palmeiras teria entrado na jogada, demonstrando interesse no atleta e oferecendo melhores condições financeiras ao Fluminense, inclusive com o pagamento à vista do valor acordado entre São Paulo e Fluminense.

Diante do impasse, o São Paulo achou por bem encerrar as negociações pelo jogador ao descobrir que o atleta e seu estafe conversavam com o Palmeiras, segundo informação do jornalista André Hernan. Assim, a probabilidade de um "chapéu" do Verdão no Tricolor é cada vez maior.

Últimas