Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Palmeiras defende orgulhos pessoais contra o Guarani, pelo Paulistão

Contra o Bugre, Verdão quer manter invencibilidade no Estadual, confirmar melhor campanha da primeira fase e ter o direito de jogar...

Lance|

Lance
Lance Lance

Mesmo sendo o único invicto do Campeonato Paulista até aqui, o Palmeiras não chega à última rodada da primeira fase da competição com a liderança do seu grupo garantida. Assim, um tropeço diante do Guarani, neste domingo (5), no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pode ferir o orgulho palmeirense para o mata-mata da competição estadual.

Ter uma nova chance de ser campeão invicto e disputar os jogos do mata-mata diante dos seus torcedores é algo fundamental para que a estratégia palmeirense para esse Paulistão siga funcionando sem imprevistos.

+ Vai ter gol de bike do Rony? Web faz memes após convocação da Seleção Brasileira

No ano passado, o Verdão chegou ao título do Estadual com somente uma derrota, que foi na partida de ida da decisão, contra o São Paulo, no Morumbi - que foi revertida no confronto de volta, realizado no Allianz Parque. E a arena palmeirense é fundamental para que dessa vez o clube alviverde consiga a conquista invicta do Paulistão.

Publicidade

O regulamento do Campeonato Paulista prevê que no mata-mata os mandos de campo sejam definidos pela Federação, que premia os clubes de melhor campanha. Terminar a primeira fase como líder e manter essa condição significará jogar em casa às quartas e a semifinal e também decidir a final do torneio jogando em seus domínios.

+ Confira a tabela do Paulistão e simule os jogos que restam da primeira fase

Publicidade

A assombração palmeirense neste momento é o São Bernardo. Se, por sua vez, equipes com campanhas inferiores, como o Corinthians, chegaram à última rodada da primeira fase do Paulistão com classificação e liderança do grupo garantidas, o Palmeiras, mesmo invicto, corre riscos de perder a melhor campanha, justamente em um momento importante. Isso porque o Bernô, que só tem uma derrota neste Paulistão e vem de sete vitórias consecutivas, está na segunda colocação, tanto na chave palestrina, quanto na classificação geral.

Apenas um ponto separa o Palmeiras da equipe do ABC. Assim, um tropeço do Palmeiras em Campinas, sendo até mesmo um empate, pode ter grande impacto na classificação às quartas de final do Paulista. Se o Tigre, por exemplo, bater o Água Santa neste domingo (5), jogando em casa, e o Verdão não vencer o Guarani, a primeira colocação da chave sai das mãos palmeirenses.

Publicidade
São Paulo x São Bernardo
São Paulo x São Bernardo São Paulo x São Bernardo

O São Bernardo venceu o Corinthians, no ABC, e o São Paulo, no Morumbi (Foto: Rodrigo Corsi/Ag. Paulistão)

Desta forma, se o confronto deste fim de semana tinha tudo para ser algo para que o Verdão cumprisse tabela, ele terá a sua importância, por ironia do sorteio. E esse valor chega ao ponto de transformar a escalação em dilema. O técnico Abel Ferreira tem uma espinha dorsal titular que pouco foi mudada neste Paulistão. Porém, três titulares absolutos estão pendurados. Assim, escalá-los pode os expor a ponto de perdê-los nas quartas de final, caso eles recebam o terceiro cartão amarelo contra o Bugre.

Assim, existe o risco do Palmeiras, mesmo defendendo a liderança do Campeonato Paulista, ser escalado inicialmente com um time misto, já que Gabriel Menino, Dudu e Endrick podem não começar jogando. Nesse caso, Fabinho, Breno Lopes e Giovani são os favoritos para ganharem uma chance entre os titulares. O volante Jaílson, que é reserva, e o próprio técnico Abel Ferreira também estão pendurados.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.