Lance Palmeiras aplica goleada colossal e carimba classificação na Libertadores Feminina

Palmeiras aplica goleada colossal e carimba classificação na Libertadores Feminina

Andressinha e Bruna Calderan (duas vezes), Bia Zaneratto, Byanca Brasil e Ary Borges fizeram a festa das Palestrinas, que garantiram vaga nas oitavas

Lance
Lance

Lance

Lance

O Palmeiras venceu o Independiente Dragonas-EQU por 7 a 0, em Quito, no Equador, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores Feminina. Com gols de Andressinha (duas vezes), Bia Zaneratto, Bruna Calderan, Byanca Brasil e Ary Borges, as Palestrinas se classificaram para a próxima fase por conta de uma combinação de resultados.

> Palmeiras cobrou ingresso mais caro do país em setembro; veja ranking

DOMINÂNCIA PALESTRINA

As Palestrinas já mandaram uma bola na trave logo no primeiro minuto de jogo, talvez como um presságio do que estava por vir. No segundo jogo da história do clube na competição continental feminina, o time não tomou conhecimento das adversárias e resolveu descarregar o estoque de gols já nos 45’ iniciais.

CINCO VEZES VERDE

As duas primeiras bolas na rede saíram de erros da defesa da equipe adversária. Primeiro, Ary Borges chegou livre na pequena área, aproveitou o cruzamento de Byanca Brasil e só empurrou para o fundo do gol. Depois, a goleira Tobar deu uma “ajudinha” e saiu mal, Calderan rolou para Andressinha que ampliou.

> Confira a tabela completa da Libertadores Feminina!

O terceiro foi um petardo de Byanca Brasil, que invadiu a área das adversárias enchendo o pé. Os erros do Independiente Dragonas não acabaram, e o Palmeiras, que não tinha nada a ver com isso, usou e abusou disso. Andressinha mais uma vez recebeu um “presente” da goleira do time equatoriano e marcou com categoria. O quinto e último da primeira etapa teve assinatura de capitã: Bia Zaneratto foi esperta no cruzamento e estufou a rede.

“LOUCURA, LOUCURA, LOUCURA”, CALDERAN!

O segundo tempo foi, mais uma vez, inteiramente palmeirense. A eliminação do Independiente Dragonas foi somente uma consequência do ótimo trabalho e projeto feito pelo outro lado, o alviverde. Ricardo Belli promoveu mudanças que fizeram efeito, assim, o treinador viu suas comandadas fazerem exatamente o pedido por ele no vestiário.

Logo no início da segunda etapa Andressinha bateu o escanteio e encontrou Bruna Calderan, o nome do Verdão nestes 45 minutos finais. A jogadora apareceu livre para cabecear e marcar o sexto gol do jogo. Depois, tivemos mais uma boa aparição da dupla, em nova jogada semelhante e em novo gol de cabeça da lateral-direita. 7 a 0 no placar e passaporte carimbado para as oitavas de final da Libertadores Feminina, com seis pontos somados e dez tentos marcados na liderança do Grupo C.

E AGORA?

Com a vitória, o Palmeiras assumiu de vez a liderança do Grupo C da Libertadores Feminina e garantiu a vaga nas oitavas de final. Após as duas primeiras rodadas, o Verdão leva vantagem no saldo de gols em cima da Universidad de Chile-CHI. Na próxima quinta-feira, às 19h15, o Alviverde recebe a própria equipe citada, pela terceira rodada da fase de grupos.

Últimas