Lance Osaka desiste de Roland Garros após ser ameaçada e revela depressão

Osaka desiste de Roland Garros após ser ameaçada e revela depressão

Tensita revela sofrer de depressão desde 2018 e ser muito ansiosa para lidar com a mídia

Lance
Lance

Lance

Lance

Número dois do mundo e dona de quatro títulos de Grand Slam, a japonesa Naomi Osaka anunciou, nesta segunda-feira, sua desistência do torneio. Ela havia sido ameaçada pela organização de exclusão do evento caso seguisse sem comparecer às entrevistas.

A tenista fez o anúncio pelas redes sociais e nele explicou que desde 2018 vive momentos de depressão e extrema ansiedade quando precisa falar com a mídia.

Osaka venceu seu primeiro jogo contra a romena Patricia Tig, não falou com a imprensa, recebeu uma multa de US$ 15 mil e foi ameaçada de exclusão do torneio se seguisse vetando a imprensa.

"Olá todos, não foi a situação que jamais gostaria ou tinha a intenção quando fiz a postagem dias atrás. Acho que agora o melhor para o torneio, para os demais atletas e meu bem-estar seja eu me retirar da competição, para que todos possam focar no tênis. Nunca quis ser a distração e aceito que o timing não foi o ideal e minha mensagem deveria ter sido mais clara. Mais importante é que nunca vou fazer trivial a saúde mental ou usar esse termo de forma leve. O certo é que sofri muito com depressão desde o US Open de 2018 e tive difíceis momentos em lidar com isso. Todos que me conhecem sabem que sou introvertida e quem me vê nos torneios sabe que eu fico a maior parte do tempo com fones de ouvido que me ajuda em minha ansiedade social", disse a tenista que seguiu.

"Estar nas entrevistas de imprensa (me desculpe aos bons jornalistas que eu possa ter afetado) eu não sou a mais natural para se falar em público e fico com muita ansiedade antes de falar com a mídia mundial . Fico muito nervosa e acho estressante em me engajar e dar as melhores respostas que posso. Acho em Paris já estava me sentindo vulnerável e ansiosa então achei a melhor solução em tomar conta de mim e não ir às coletivas . Anunciei isso antecipadamente pois as regras são desatualizadas em algumas partes e queria dar destaque a isso. Escrevi ao torneio pedindo desculpas dizendo que ficaria mais feliz falando com eles uma vez que os Slams são intensos. Vou tirar um tempo das quadras e quando for o momento vou conversar com o circuito para tornar as coisas melhores aos atletas, imprensa e torcida".

Últimas