Lance "O treinador da Seleção tem que ser brasileiro", diz pentacampeão do mundo

"O treinador da Seleção tem que ser brasileiro", diz pentacampeão do mundo

Em entrevista ao Lance!, ex-zagueiro do Brasil revela opiniões sobre o momento da equipe e instabilidade na CBF

Lance

A Seleção Brasileira vive um momento de completa instabilidade, dentro e fora de campo. As indefinições quanto ao cargo de presidente da CBF vem tomando conta da parte além das quatro linhas, com Ednaldo Rodrigues tendo sua eleição considerada ilegítima.

Com a bola rolando, o desempenho também não é positivo. Fernando Diniz assumiu interinamente a equipe, mas os resultados não agradam: em seis jogos, são apenas duas vitórias e uma série de marcas negativas. Presente em evento da Champions League, organizado pela HBO Max, o ex-zagueiro Lúcio, pentacampeão do mundo com a Seleção, concedeu entrevista ao Lance! e falou um pouco sobre a situação.

➡️ Seleção Brasileira de Fernando Diniz é a pior do século?

- O momento da Seleção é ruim, não tem o que falar. O Brasil infelizmente vem de resultados negativos e uma instabilidade muito grande na parte de organização, na parte da presidência, da diretoria… acho que tudo isso influencia também dentro do campo - afirmou o ex-jogador.

O imbróglio pode acabar afetando o planejamento da CBF para 2024. Espera-se que Carlo Ancelotti deixe o Real Madrid para assumir o Brasil a partir da Copa América; caso Ednaldo não consiga reverter as circunstâncias, os planos podem acabar sendo cancelados. De toda forma, Lúcio acredita que o treinador não deve ser um estrangeiro.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Na minha opinião, o treinador da Seleção Brasileira tem que ser brasileiro. Lá fora, vários nomes como Ancelotti, Mourinho e Guardiola são grandíssimos treinadores, mas a gente está falando de Seleção Brasileira, então temos que ser comandados por um brasileiro - disparou o pentacampeão.

Últimas