Lance Nutricionista explica riscos do emagrecimento acelerado de atletas

Nutricionista explica riscos do emagrecimento acelerado de atletas

Esportistas que se dedicam a modalidades categorizadas de acordo com a pesagem corporal precisam tomar alguns cuidados extras com alimentação e saúde

Lance
Lance

Lance

Lance

A rotina dura de treinamentos de atletas, é ainda mais sacrificante para aqueles que praticam modalidades em que as categorias são definidas pelo peso. Em tempos de pandemia, com as atividades mais limitadas, são maiores as chances de perder o controle neste aspecto. A necessidade de emagrecimento acelerado quando a prática de exercícios for totalmente retomada pode trazer alguns riscos, conforme explica a nutricionista Juliana da Mata, em entrevista ao LANCE!

Muitas vezes com a proximidade das competições, atletas usam métodos radicais de emagrecimento, que podem causar desidratação, hipertermia e rabdomiólise, síndrome grave, que pode ser fatal.

– Para os atletas que buscam o ajuste do peso corporal de forma agressiva, utilizando, por exemplo, técnicas comuns de desidratação, como a exposição ao calor extremo em saunas, restrição de líquidos e de alimentos, assim como o uso de diuréticos e laxativos, aumentam o risco de enfermidades. A função cardiovascular e a capacidade de realizar os exercícios físicos ficam comprometidas. A perda súbita de peso corporal também pode acarretar perda excessiva de minerais, fraqueza muscular e deterioração da função neuromuscular. Há também o risco do acometimento pela rabdomiólise, que pode ser fatal a vida do atleta – explicou Juliana.

Além de lutadores, judocas, boxeadores, levantadores de peso e remadores, os maratonistas são outro grupo suscetível ao mesmo problema.

– Maratonistas e atletas que participam de campeonatos de longa duração caso não façam uma reidratação oral adequada também podem sofrer complicações como a hiponatremia e também há um risco maior, mesmo que não muito frequente, de sofrer a rabdomiólise – acrescentou a nutricionista, com mestrado na área de Atividade física, Nutrição e Saúde na Universidade Federal Fluminense (UFF).

Confira outras respostas de Juliana da Mata ao LANCE!

Quais os riscos do atleta acelerar o emagrecimento após a volta aos treinos pós-isolamento?

Para os atletas que buscam o ajuste do peso corporal de forma agressiva, utilizando, por exemplo, técnicas comuns de desidratação, como a exposição ao calor extremo em saunas, restrição de líquidos e de alimentos, assim como o uso de diuréticos e laxativos, aumentam o risco de enfermidades. A função cardiovascular e a capacidade de realizar os exercícios físicos ficam comprometidas. Níveis mesmo que pequenos de desidratação prejudicam a termorregulação e a função fisiológica. Estudos científicos demonstram que uma desidratação em torno do equivalente a 5% do peso corporal, antes do exercício físico provoca um aumento na temperatura retal e na frequência cardíaca, diminuição na taxa de transpiração e consumo de oxigênio máximo, Tudo isso acarreta uma menor capacidade na realização dos exercícios em comparação aos atletas que treinam ou competem com a hidratação adequada. A utilização de medicamentos para indução de diarréia e vômito para a obtenção de perda súbita de peso corporal causam também a perda excessiva de minerais, fraqueza muscular e deterioração da função neuromuscular. Vale lembrar também o risco do acometimento pela rabdomiólise, que pode ser fatal a vida do atleta.

O que é a rabdomiólise? Como evitar?

A rabdomiólise é uma síndrome grave, que pode ser fatal e ocorrer em atletas decorrente ao exagero de exercícios físicos, associado a outros fatores como a desidratação e hipertermia, causando a ruptura do músculo esquelético, com liberação de mioglobina e níveis elevados de creatinaquinase. As consequências graves desta síndrome incluem isquemia muscular, arritmia cardíaca, e insuficiência renal aguda. O atleta poderá sentir dor, fraqueza e inchaço nos músculos afetados e urina escurecida. Esta síndrome já foi encontrada em diversos esportes, como preparação de lutadores para campeonatos, fisiculturistas, jogadores de futebol americano, nadadores e triatletas. Para evitar a rabdomiólise a hidratação adequada é primordial para a realização de qualquer exercício físico, como a Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do esporte recomenda. As recomendações sobre a hidratação dependem das características individuais de cada atleta, como o tipo de esporte, preparo físico, temperatura do ambiente, entre outros. Dessa forma, é importante ter o acompanhamento de um nutricionista que melhor indicará a quantidade correta de hidratação e nutrientes para suprir as necessidades individuais de cada um.

Esportes como lutas, que exigem uma pesagem constante dos atletas, são mais sujeitos a esses riscos? Quais outros esportes podem ser afetados por essa prática?

Os atletas que participam de campeonatos que são categorizados a partir do peso corporal, como os lutadores, boxeadores, levantadores de peso e remadores. Maratonistas e atletas que participam de campeonatos de longa duração caso não façam uma reidratação oral adequada também podem sofrer complicações como a hiponatremia e também a um risco maior, mesmo que não muito frequente, de sofrer a rabdomiólise.

A idade do atleta tem alguma influência em determinar maior ou menor risco de um emagrecimento rápido?

Os riscos de emagrecimento rápido são para qualquer idade. Porém, o avanço da nossa idade tem relação com a diminuição do gasto energético e quantidade e distribuição da composição corporal. Dessa forma, quanto maior a idade do atleta melhor, maior deve ser o cuidado com a manutenção do peso corporal adequado. O emagrecimento de quem não está com a massa muscular corporal alta, assim como a idade mais avançada tendem a acontecer de forma mais demorada.

Quais as melhores maneiras dos atletas profissionais se prevenirem desses riscos?

Manter o cuidado com a alimentação, hidratação e o equilíbrio nutricional de forma constante aliado aos treinos e campeonatos. É sempre a melhor maneira dos atletas estabilizarem o peso corporal adequado, desenvolverem o bom condicionamento físico, alto desempenho nos treinos e campeonatos, e saúde. Para isso, é importante o acompanhamento com um profissional nutricionista.
Para evitar este tipo de complicação, como a rabdomiólise, uma reposição hídrica correta e adequada, assim como de eletrólitos principalmente como potássio e sódio, e da glicose como nutriente também precisam ser assegurados nos exercícios de alta intensidade e de longa duração.

Últimas