Lance Números provam que Crias da Academia são maior reforço do Palmeiras em 2020

Números provam que Crias da Academia são maior reforço do Palmeiras em 2020

Jovens da base lideram ranking de assistências e possuem mais gols do que atletas badalados do elenco alviverde

Lance
Lance

Lance

Lance

A partida de domingo (25) entre Palmeiras e Atlético-GO serviu para comprovar a tese de que as Crias da Academia são o maior reforço do Verdão em 2020. Dos três gols marcados pela equipe comandada por Andrey Lopes, dois tiveram participação de jovens da base: Wesley abriu o placar e Gabriel Menino deu assistência para Luiz Adriano fechar a conta.

Inclusive, ambos os garotos citados acima são os líderes de assistências do Palmeiras na atual temporada, com seis cada. Imediatamente atrás deles está Matías Viña, o segundo e último reforço contratado pelo clube no ano, com cinco passes decisivos para gols.

Sem reforço? Chame as Crias da Academia!

Em ano de reestruturação, o Verdão traçou um planejamento mais ‘modesto’ em comparação aos anteriores: desfez-se de alguns jogadores com vínculos longos e salários altos, contratou somente dois reforços, promoveu atletas das categorias de base e solicitou o retorno de alguns jovens que estavam emprestados a outros clubes.

No entanto, apesar de parecer que as projeções de resultados futebolísticos da equipe seriam prejudicadas devido a esta postura de mais ‘austeridade’, o que ocorre na prática é o contrário. As Crias da Academia estão desbancando tanto os reforços quanto jogadores já consolidados do elenco.

Gabriel Menino Patrick de Paula

Gabriel Menino Patrick de Paula

Lance

Por mérito, Patrick de Paula e Gabriel Menino formaram dupla titular do meio de campo do Verdão em boa parte do ano (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


Dos 62 gols marcados pelo Palmeiras no ano, 24 tiveram participação direta de atletas da base (38,7%), sendo dez tentos e 14 assistências. Outro dado curioso é que quatro dos 17 atletas que balançaram as redes na atual temporada vêm da base (Patrick de Paula, Gabriel Veron, Gabriel Menino e Wesley); ou seja, aproximadamente um a cada quatro jogadores que marcaram gols pelo Verdão em 2020 é formado na Academia de Futebol.

E, além de os dois maiores assistentes serem garotos vindos do time de juniores, há outros destaques individuais. Patrick de Paula (3) e Gabriel Veron (4), por exemplo, possuem mais gols do que Rony (2), contratado a peso de ouro em fevereiro, Lucas Lima (2) e Gustavo Scarpa (1), nomes badalados no mercado nacional.

Ao optar por dar espaço à base e ‘apertar o freio’ na gastança, o Palmeiras fez uma aposta arriscada, raramente antes feita no clube. Entretanto, os jovens vêm provando que estão à altura do desafio e que, se há algo do qual o clube não pode reclamar, é da falta de reforços.

Últimas