Lance Novo técnico do Cuiabá, Pintado afirma motivação para início de novo trabalho

Novo técnico do Cuiabá, Pintado afirma motivação para início de novo trabalho

Treinador ex-Sâo Paulo e Chapecoense está ansioso pelo ano que vem pela frente no clube

Lance
Lance

Lance

Lance

O Cuiabá acertou a contratação do técnico Pintado para 2022. Sem clube desde que deixou a Chapecoense, o treinador chega ao Dourado com a responsabilidade de dirigir a equipe nas cinco competições que o clube disputa. A estreia como comandante deve acontecer nesta quarta-feira (09), quando o Cuiabá entra em campo para enfrentar o Academia-MT.

- Esse é um grande desafio para mim, mas é motivo de muita alegria e motivação. A gente fica pensando onde gostaria de estar, o que poderia acrescentar, e não vejo melhor lugar hoje para mim do que o Cuiabá, profissionalmente. É uma responsabilidade muito grande e fiquei muito satisfeito em saber que a diretoria confia no meu trabalho - afirma o técnico.

Líder do estadual, o Cuiabá vinha sendo comandado por Eduardo Oliveira, profissional contratado no início da temporada para integrar a comissão permanente do clube. Eduardo, que agora passa a trabalhar em conjunto com Pintado, foi responsável por treinar a equipe em duas vitórias e uma derrota.

Desde que saiu da Chapecoense, em outubro do ano passado, Pintado ficou atento à montagem do elenco do Cuiabá, e elogiou o nível dos atletas que chegaram ao clube.

- O Cuiabá atingiu um nível de trazer atletas de Seleção Brasileira, que já conquistaram títulos no Brasil e no mundo, e isso traz mais responsabilidade. Hoje temos uma equipe, um grupo muito forte. Vai ser exigido de todos o que todos já mostraram que podem oferecer e podem acreditar que essa equipe vai se entregar muito sempre - completou o técnico.

Com 11 reforços já confirmados para essa temporada, Cristiano Dresch, vice-presidente do Dourado, confia no trabalho de Pintado, vê favoritismo no estadual e coloca como objetivo a permanência na elite do futebol brasileiro.

- Nosso principal objetivo neste ano segue sendo a permanência na Série A. Nós reforçamos para o Brasileiro e consequentemente para a Sul-Americana, mas devemos manter os pés no chão para os desafios que teremos pela frente.

Últimas