Lance Nos acréscimos, Oeste arranca empate contra o Botafogo-SP fora de casa

Nos acréscimos, Oeste arranca empate contra o Botafogo-SP fora de casa

No confronto do penúltimo contra o último colocado da Série B, o empate acabou sendo ruim para os dois

Lance

No estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, em partida válida pela 31ª rodada do Brasileiro da Série B, Botafogo-SP e Oeste acabaram empatando pelo placar de 1 a 1. O resultado não foi bom para nenhum dos dois times, pois ambos permanecem enterrados na zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Oeste enfrenta o Figueirense, na Arena Barueri, dia 02 de dezembro. Já o Botafogo-SP visita o Paraná, em partida que será realizada no estádio Durival Britto, dia 04 de dezembro.

A partida

O Pantera entrou em campo a mil por hora e no primeiro lance já abriu o marcador. Matheus Anjos cruzou na área. Após bate e rebate, Jeferson aproveitou a bobeira geral para finalizar e fazer, 1 a 0 para o Botafogo-SP, aos 3 minutos.

Mesmo jogando fora de casa, o Oeste partiu para cima em busca do empate. Várias chances foram criadas, mas que não levaram perigo ao goleiro Igor, do Botafogo-SP, pois faltou qualidade aos atacantes do Rubrão na hora de finalizar.

Do meio para o final, o Botafogo-SP deixou de ser pressionado e passou a atacar também. Mas as chances criadas não levaram perigo ao goleiro Glauco, do Oeste.

Após o intervalo, o Botafogo-SP quase aumentou sua vantagem. Matheus Anjos bateu falta colocada, a bola passou lambendo o travessão e assustou o goleiro Glauco, o time do Oeste.

O Oeste tentava furar a defesa do Botafogo-SP em busca do empate do jeito que dava, enquanto o Pantera tentava responder no contra-ataque. Mas ambas as equipes falhavam justamente na hora da finalização.

As coisas ficaram complicadas para o Botafogo-SP quando, aos 32 minutos do segundo tempo, Valdemir foi expulso.

Com um jogador a mais, o Oeste foi para o tudo ou nada em busca de igualar o placar. Enquanto o Pantera se fechou atrás para garantir os três pontos.

Nos acréscimos, Yuri cruzou em direção ao gol, ninguém desviou e a bola acabou entrando direto, 1 a 1. Após o gol, começou uma grande discussão entre os jogadores e membros das comissões técnicas.

Após 5 minutos de paralisação, o árbitro reiniciou a partida, mas dois minutos depois apitou o final do jogo.

Últimas