Lance No Dia Nacional da Consciência Negra, Botafogo-SP promove ações de combate ao racismo

No Dia Nacional da Consciência Negra, Botafogo-SP promove ações de combate ao racismo

Em vídeo divulgado nas redes sociais, atletas do clube relataram casos de racismo nos estádios e apresentou dados de casos no Brasil

Lance
Lance

Lance

Lance

O Botafogo-SP foi mais um time a promover ações de combate ao racismo no dia da Consciência Negra. No início da manhã desta sexta-feira, o clube divulgou um vídeo com relatos de atletas que já foram vítimas de discriminação racial em estádios de futebol. Os volantes Elicarlos e Victor Bolt e os laterais Jeferson e Guilherme Romão relataram os incidentes, descrevendo situações que ouviram de torcedores e companheiros de profissão.

O vídeo também debate a questão do racismo estrutural, uma vez que, além do combate à discriminação racial, a sociedade como um todo deve combater práticas institucionais, históricas, culturais e interpessoais de discriminação: "Precisamos mudar a história e, por isso, essa é uma luta de todos"

O vídeo também apresenta dados que revelam o aumento de casos de racismo, de acordo com os levantamentos do 6º Relatório Anual da Discriminação Racial no Futebol, feito pelo Observatório da Discriminação Racial no Futebol e Museu da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/PROREXT.

Segundo os dados, de 2018 para 2019, houve aumento de 52,27% nos incidentes raciais; 88% dos casos relatados por atletas brasileiros ocorreram no Brasil; em mais de 51% dos casos o agressor é um torcedor; e quase 80% dos casos relatados aconteceram dentro dos estádios.

Além do vídeo, todo o elenco botafoguense usará uma faixa preta na manga da camisa no jogo contra o Guarani nesta sexta-feira (20), às 19h15, em Campinas, pela Série B do Brasileiro. A faixa simboliza o Dia da Consciência Negra e o combate ao racismo.

Últimas