Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Neymar se emociona em homenagem da CBF após feito histórico com a camisa da Seleção

Camisa 10 é cercado pelos colegas de Amarelinha em entrega de placa e camisa comemorativa

Lance

Lance|Do R7


Lance
Neymar recebeu homenagem das mãos do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues (Foto: Reprodução/CBFTV)

Neymar fez história com a camisa da Seleção Brasileira ao ultrapassar Pelé na artilharia da Amarelinha. Com os dois gols marcados na goleada por 5 a 1 sobre a Bolívia, o camisa 10 chegou a 79 bolas na rede pelo Brasil, deixando o Rei com 77, segundo os critérios da Fifa. Após o jogo pelas Eliminatórias no Mangueirão, em Belém (PA), o jogador recebeu homenagem da CBF e se emocionou.

+ Veja tabela e classificação do Brasileirão-2023 clicando aqui

O presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, entregou para Ney uma placa comemorativa e uma camisa especial com o número 79, em referência aos gols marcados pela Seleção. O mandatário aproveitou para exaltar o atacante.

+ Já pensou em ser um gestor de futebol? Participe da nossa Masterclass com Felipe Ximenes e descubra oportunidades

Publicidade

- Nós queríamos homenagear Neymar por ser o maior artilheiro de todos os tempos em jogos da Seleção Brasileira. Isso é importante, porque quis o destino também que eu, em 2010, presidente da Federação Baiana, estivesse entregando para ele o troféu da Copa do Brasil. Agora, como presidente da CBF, quis o destino que ele se tornasse o maior artilheiro de todos os tempos da nossa Seleção. Quero passar para você essa placa que é uma homenagem da CBF para todo o futebol brasileiro.

Neymar, que estava cercado por seus companheiros de Seleção e foi bastante festejado por eles, fez questão de dizer que não se sente melhor do que Pelé após a artilharia. No fim de suas palavras, ele se emocionou e agradeceu aos familiares.

Publicidade

+ Neymar supera Pelé e se torna o maior artilheiro da história da Seleção Brasileira

- Muito feliz, sem palavras. Jamais imaginei alcançar esse recorde. Desde já quero dizer que, ao alcançar esse recorde em que passei Pelé, não quer dizer que eu seja melhor do que ele ou melhor do que qualquer outro jogador de Seleção. Sempre quis fazer história, escrever meu nome na história do futebol brasileiro e da Seleção Brasileira. Hoje eu fiz isso. Eu agradeço muito à minha família, que está longe, e aos meus companheiros que estão aqui.

Neymar e a Seleção agora focam no Peru, próximo adversário nas Eliminatórias. O jogo acontece nesta terça-feira (12), em Lima, às 23h (de Brasília). A delegação brasileira embarca neste sábado (9) para a capital peruana.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.