'Não tem posicionamento jurídico', diz diretor do Vitória sobre redução salarial

Postura do clube será de fazer o que foi relatado como 'esperando uma solução global' pelo responsável do departamento jurídico, Dilson Pereira

Lance

Lance

Lance

O diretor jurídico do Vitória, Dilson Pereira, informou em entrevista captada pelo portal Futebol Bahiano que o clube ainda não tomou nenhum posicionamento em caráter que abrangesse todo o elenco em relação a possibilidade de redução salarial para minimizar os prejuízos da paralisação do futebol.

Segundo Dilson, a ideia é aguardar para que exista uma possibilidade de aplicar o que foi chamado de "solução global". Entretanto, sem deixar de fazer a consideração que cada vez mais as coisas caminham para que os dois lados (clube e funcionários) tenham de analisar uma possibilidade onde ambos terão de fazer sacrifícios.

Com isso, apenas o técnico Geninho teve confirmada a redução até o momento pelo fato de não receber a parte salarial relativa aos direitos de imagem enquanto as competições não forem retomadas.

- O Vitória ainda não tem um posicionamento definitivo sobre a situação porque esperamos uma solução global, nacional. O Vitória está atento aos assuntos, dialogando sempre, buscando compôr a situação já que, nesse período de crise, o Vitória tem o raciocínio que todos precisam fazer sacrifícios - argumentou o diretor do Leão.

No momento, assim como muitos clubes do futebol nacional, o elenco está em férias válidas do dia 1° até 20 de abril com a possibilidade de prorrogação por mais 10 dias.