Lance 'Não consigo ver o reinício da competição apenas com os treinos físicos', diz dirigente do Sport

'Não consigo ver o reinício da competição apenas com os treinos físicos', diz dirigente do Sport

Lucas Drubscky entende que o retorno das atividades precisa ocorrer de maneira completa para tornar o trabalho dos treinadores efetivo

Lance
Lance

Lance

Lance

A possibilidade de voltar ao ritmo de competição sem poder fazer treinos com bola, algo que teria sido apresentado pela Federação Pernambucana de Futebol (FPF) em reunião por videoconferência nessa segunda-feira (20), não agrada o executivo de futebol do Sport, Lucas Drubscky.

Para ele, tanto o período curto que está previsto entre a volta aos treinos e as primeiras partidas além da restrição de contato físico nas atividades serão de grande prejuízo para os atletas.

- Os treinamentos técnicos e táticos são imprescindíveis para uma equipe de futebol. Não consigo ver o reinício da competição apenas com os treinos físicos. Seria quase impossível - disse para a Folha PE.

A inspiração tida pela FPF está baseada no protocolo que já vem sendo aplicado em países com boa resposta ao combate do novo coronavírus como Alemanha e Bélgica, por exemplo. Nesses países, já houve autorização dos organizadores para que, respeitando a distância segura e seguindo outras recomendações, os treinos retornem.

Fato é que, seja lá qual for a decisão tomada, o Sport só colocará em prática a partir do mês de maio. Isso porque, seguindo a recomendação dada pela Comissão Nacional de Clubes, o Leão da Ilha estendeu o período de férias para seus funcionários até o próximo dia 30 de abril.

Últimas