Lance Nadal vence batalha épica contra Tsitsipas e conquista o título em Barcelona

Nadal vence batalha épica contra Tsitsipas e conquista o título em Barcelona

Espanhol salvou match-point e venceu torneio pela 12ª vez

Lance
Lance

Lance

Lance

Rafael Nadal, número três do mundo, mostrou, neste domingo, porque é o Rei do Saibro ao vencer uma batalha contra o até então invicto no saibro, o grego Stefanos Tsitsipas, quinto do mundo, para garantir o título do ATP 500 de Barcelona, na Espanha.

Nadal suou a camisa por 3h38min para vencer o jogo mais longo do ano em torneios da série ATP por 6/4 6/7(8/6) 7/5 sobre o segundo favorito ao troféu e que vinha de nove vitórias seguidas com troféu do Masters 1000 de Monte Carlo e 17 sets consecutivos ganhos. Rafa também vinha de derrota em virada amarga após ter 2 sets a 0 a frente no Australian Open deste ano nas quartas.

Nadal alcança seu primeiro troféu na temporada e acumula sua 18ª temporada seguida ganhando ao menos um caneco. Este é o 87º título na carreira do natural de Manacor, o 61º em 68 finais disputadas no piso de saibro onde soma agora 452 vitórias e 41 derrotas. Em Barcelona ele volta a vencer pela primeira vez desde 2018 (em 2020 torneio não foi realizado). As outras conquistas foram em 2017, 2016 e de 2005 até 2013 sem interrupções.

Tsitsipas amarga seu segundo vice no torneio (perdeu final para Nadal em 2018) e seu sétimo vice em torneios ATP 500 onde ainda não teve o sabor de nenhum triunfo. Contra Nadal no confronto direto são sete vitórias do espanhol em nove jogos. Stefanos ganhou um de quatro no pó de tijolo.


O jogo

Tsitsipas começou com tudo obtendo a quebra e abrindo 3 a 1. Ele jogava profundo e tático com bolas altas na esquerda do espanhol e atacando com a direita. Ele teve dois breaks para ampliar a vantagem no quinto game, mas Nadal suou e se salvou, confirmou e cresceu na partida. O grego encurtou o jogo e deu margem para Nadal machucá-lo mais. Nadal devolveu a quebra, igualou em 4 a 4, salvou três breaks no nono game, colocou 5 a 4 e Tsitsipas se enervou, deu dupla-falta e erros não-forçados sendo quebrado novamente. Nadal marcou 6/4 em 59 minutos.

O segundo teve começou com a mesma dinâmica do primeiro. Tsitsipas voltou a ser firme, conseguiu a quebra, abriu 3 a 1, só que Nadal reagiu mais rápido, virou para 4 a 3. O jogo ficou muito tenso. Nadal teve dois match-points no décimo game, mas o grego salvou com smash e um belo voleio curto. A partida caminhou ao tie-break, Nadal abriu 4 a 2, Tsitsipas virou para 6 a 4, Rafa salvou os dois set-points, mas cometeu dupla-falta e erro na devolução fácil. Tsitsipas fechou por 7/6 (8/6).

O último set teve os dois confirmando com tranquilidade muito mais pelo cansaço já que a partida passava das três horas. A tensão veio no fim. Nadal servindo com 4/5 teve match-point contra, mas deu sorte com bola triscando na fita e contando com erro do grego. Depois de batalha o espanhol confirmou e foi pra cima na devolução. Tsitsipas começou mal, com dupla-falta, erros não-forçados e Rafa quebrou após a quarta chance. Rafa então serviu pro jogo, abriu 30 a 0, mas errou uam bola boba, deu dupla-falta, permitiu um ponto de quebra, mas salvou e fechou vibrando com o feito.

Últimas