Lance Nadal diz que lesão no quadril preocupa 'um pouco mais que o normal'

Nadal diz que lesão no quadril preocupa 'um pouco mais que o normal'

Espanhol diz que lesão é nova e músculo está sobrecarregado, mas mostra preocupação

Lance
Lance

Lance

Lance

Rafael Nadal concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira após a derrota para Jordan Thompson, 55º, em 3h26min por 5/7 7/6 (8/6) 6/3 e comentou sobre a lesão no quadril que atrapalhou seu desempenho.

"O problema é parecido com o do ano passado, mas não é o mesmo. Se fosse igual eu teria sentido imediatamente. Ano passado foi no tendão e sinto isso mais no nível muscular nível. Agora meu músculo está muito cansado. Tenho que ver como me levanto amanhã, mas espero treinar na próxima semana em Melbourne. O problema é que está em uma área semelhante e isso te preocupa um pouco mais do que o normal."

"Em um mundo ideal, o melhor seria os músculos estarem super cansados depois do esforço desses três dias e de um jogo tão difícil como o de hoje. Isso seria o melhor que poderia acontecer e o normal para isso processo depois de um ano sem jogar. Espero que amanhã ou depois de amanhã a sensação que tenho agora desapareça. Se não me sentir melhor, farei alguns exames e veremos."

Nadal também comentou sobre Thompson dando crédito ao australiano: "Bem, estou cansado, é claro. Triste neste momento porque tive muitas oportunidades. Mas acho que ele fez uma boa partida. Para mim, mesmo não tendo sido a melhor partida, tive muitas oportunidades de vencer, então... É isso, não? Preciso aceitar todos esses tipos de coisas. Depois de um ano, é normal que as coisas aconteçam. Como eu digo todos os dias... cada dia é uma história diferente, e as coisas ficam difíceis depois de tanto tempo. Hoje o adversário jogou bem. Me fez jogar mais uma bola. Não joguei mal, mas estava a apenas uma bola de distância.”

Ao ser pergutado sobre o tamanho da dor, Rafa disse: "A quantidade de dor na partida não importa nada. Hoje a questão é que tive a oportunidade de jogar três partidas. O adversário jogou bem. Todo o crédito para ele, que lutou muito. Da minha parte, feliz pela forma como a semana correu. Se a lesão não for significativa, é uma semana muito positiva. Se algo é pior do que queremos, então não é tão positivo. Mas vamos esperar. Quer dizer, não é dia de falar sobre esse tipo de coisa. É dia de ficar feliz e parabenizar o adversário. Então, nos próximos dias, vamos ver como me sinto. Se eu não me sentir bem, então vamos fazer um teste e vamos verificar. Mas hoje é o momento de ter calma e esperar como vou acordar amanhã e depois de amanhã, então vamos ver.”

Últimas