Lance Na pandemia, XV de Piracicaba faz maior venda direta de sua história

Na pandemia, XV de Piracicaba faz maior venda direta de sua história

Em transação concluída neste sábado, goleiro Mateus Pasinato teve 80% de seus direitos econômicos vendidos ao Moreirense, de Portugal, por 240 mil euros (quase R$ 1,5 milhão)

Lance
Lance

Lance

Lance

Neste sábado, em meio à crise econômica causada pelo coronavírus, o XV de Piracicaba acertou a maior negociação de sua história. O goleiro Mateus Pasinato ficará em definitivo no Moreirense, clube português que já o tem por empréstimo e desembolsou, por 80% dos seus direitos econômicos, 240 mil euros, equivalentes a R$ 1.469.976 na cotação atual.

Mateus Pasinato, de 27 anos de idade, estava emprestado ao clube português, que tinha até terça-feira para exercer o seu direito de compra. O Moreirense preferiu se adiantar e já concluiu toda a burocracia para acertar contrato de três temporadas com o goleiro, primeiro da posição a fazer mais de 100 defesas nesta edição da liga nacional. O XV segue com 20% de seus direitos.

O valor da venda direta supera as dos atacantes Paulinho, ao Flamengo, em 2013, e Jonathan Cafu que, em 2015, foi para o São Paulo por R$ 1,2 milhão - o jogador acabou rendendo mais, ao ser negociado para fora do país, por conta do direito de formação que o XV tem. Essas transações e a de Pasinato foram feitas pelo empresário Luiz Carvalho, que, recentemente, negociou o atacante André Luiz do Corinthians para o Daejeon Hana Citizen, da Coreia do Sul.

Com quase R$ 1,5 milhão que recebe por Mateus Pasinato, estima-se que o XV de Piracicaba conseguiu quantia suficiente para se manter até o final da temporada. O clube tenta retornar à primeira divisão do Campeonato Paulista e, até a pausa da Série A2 por conta da pandemia do coronavírus, tinha a quinta melhor campanha, com 19 pontos acumulados em 12 rodadas, dentro da faixa da tabela que classifica para as quartas de final.

Últimas