Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Na base do contra-ataque, Japão bate Espanha com facilidade pela Copa do Mundo Feminina

Nipônicas garantem primeiro lugar e enfrentam a Noruega nas oitavas de final, enquanto as europeias fazem jogaço contra...

Lance|

Lance
Lance Lance

Forte para sofrer e fria para matar a partida. Essa foi a estratégia da seleção do Japão, que neutralizou a Espanha e conseguiu um dominante 4 a 0, em jogo válido pelo grupo C da Copa do Mundo Feminina. A artilheira da competição, Hinata Miyazawa, marcou duas vezes; Riko Ueko ampliou na etapa inicial e Mina Tanaka marcou um golaço para fechar a conta no fim.

+ Confira todas as informações da Copa do Mundo Feminina

Um empate bastava para as espanholas passarem na primeira colocação do grupo. Porém, com o resultado, foram as asiáticas quem garantiram a liderança da chave. Costa Rica e Zâmbia já chegaram à última rodada sem chances de classificação. O Japão terá a Noruega nas oitavas de final, enquanto a Espanha enfrentará a Suíça, líder do grupo A.

+ Torça pela nossa Seleção Feminina com camisas a partir de R$29,90

Publicidade

Veja os cinco principais lances do confronto

!O PRIMEIRO! No começo do jogo, já se percebia que o Japão esperaria pelo contra-ataque. E ele veio aos 12 minutos. Jun Endo recebeu pelo corredor esquerdo e achou grande passe diagonal buscando Hinata Miyazawa, que pintou livre na meia-lua e bateu de esquerda, no canto de María Rodríguez para abrir o placar

Publicidade

!SORTE E COMPETÊNCIA! 17 minutos depois, foi a vez de Riko Ueki deixar o seu. A camisa 9 recebeu pelo lado esquerdo, encarou a marcação, limpou para a perna direita e finalizou. A bola desviou em Irene Paredes e encobriu a arqueira espanhola, morrendo no fundo das redes.

!REPETE A DOSE! Já no fim do primeiro tempo, o terceiro veio de forma semelhante ao primeiro. Paredes tentou um passe entrelinhas e acabou errando. A bola chegou até Ueki, que acelerou contra-ataque e ligou no corredor direito para Miyazawa. Em velocidade, a número 7 dominou e bateu forte, no alto, tirando qualquer chance de defesa de Rodríguez.

Publicidade

!PINTURA! Aos 37 da segunda etapa, foi a vez de Mina Tanaka fazer um golaço. Miyabi Moriya cobrou lateral no corredor, Tanaka ganhou no corpo da marcação de Gálvez e encarou Paredes. Com uma pedalada, a atacante abriu espaço, levou para a perna esquerda e acertou o ângulo de Rodríguez, fechando o caixão da Espanha.

!PASSOU PERTO! O ímpeto das japonesas quase levou a equipe ao quinto gol. Nos acréscimos, em falta próxima à área, Naomoto cobrou com a perna direita e levou muito perigo, com a bola batendo na parte de cima da rede.

Como foi o primeiro tempo?

O Japão adotou uma estratégia muito clara durante a etapa inicial. As asiáticas abriram mão totalmente de ter a posse de bola a seu favor, entregando o artefato às espanholas. Em determinado momento, a Espanha teve 85% de posse de bola, contra 15% das nipônicas. Porém, a aplicação tática do time de Futoshi Ikeda fez com que os contra-ataques fossem perfeitos. Hinata Miyazawa abriu o placar, Riko Ueki ampliou e a autora do primeiro gol ainda marcaria o terceiro. Um time que se mostrou muito bom com a bola no pé e estrategicamente perfeito contra uma equipe que não soube como invadir linhas e furar bloqueios.

E a segunda etapa?

Na volta do intervalo, a Espanha tentou sair da lentidão da troca de passes vista no primeiro tempo e tentou acelerar as jogadas, mas continuou esbarrando em grande note defensiva do Japão. Os contra-ataque voltariam a vir para as asiáticas, mas a contundência inicial demoraria a vir. Somente com Tanaka, aos 37 minutos, a estratégia voltaria a trazer resultado. Uma pintura para trancar o caixão espanhol e garantir o passaporte na primeira colocação do grupo C.

Como ficou a situação das equipes?

Com o triunfo, as japonesas garantiram a liderança da chave e enfrentarão a Noruega nas oitavas de final, no mesmo estádio da goleada sobre a Fúria. Já a equipe espanhola, que já estava classificada, caiu para a segunda posição e terá pela frente a Suíça, líder do grupo A, em Auckland, também na Nova Zelândia.

+ Pia Sundhage critica atuação da Seleção Brasileira na derrota para a França

FICHA TÉCNICA

Japão 4x0 Espanha

Data e horário: segunda-feira, 31 de julho de 2023, às 4h (de Brasília)

Local: Sky Stadium, em Wellington (NZE)

Arbitragem: Ekaterina Koroleva (árbitra); Kathryn Nesbitt e Felisha Mariscal (auxiliares); Myriam Marcotte (quarta árbitra); Drew Fischer e Armando Villarreal (VAR)

Público: 20.957 presentes

Cartões amarelos: Olga Carmona e Oihane Hernández (ESP)

Gols: Hinata Miyazawa, aos 12' e aos 40'; Riko Ueki, aos 29', e Mina Tanaka, aos 82' (JAP)

JAPÃO (Treinador: Futoshi Ikeda)

Ayaka Yamashita; Hana Takahashi, Saki Kumagai e Moeka Minami; Risa Shimizu (Miyabe Moriya), Honoka Hayashi, Fuka Nagano (Yui Hasegawa) e Jun Endo (Hina Sugita); Hinata Miyazawa (Aoba Fujino), Riko Ueki (Mina Tanaka) e Hikaru Naomoto

ESPANHA (Treinador: Jorge Vilda)

María Rodríguez; Ona Battle, Irene Paredes, Rocío Gálvez e Olga Carmona (Oihane Hernández); Aitana Bonmatí, Teresa Abelleira (Claudia Zornoza) e Alexia Putellas (Alba Redondo); Salma Paralluelo (Esther González), Jennifer Hermoso e Mariona Caldentey (Eva Navarro)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.