Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Morre Robson Gracie, aos 88 anos, no Rio de Janeiro

Causa da morte da lenda do jiu-jítsu ainda não foi divulgadas pela família

Lance|

Robson Gracie foi um dos principais divulgadores e professores da prática da arte marcial brasileira
Robson Gracie foi um dos principais divulgadores e professores da prática da arte marcial brasileira Robson Gracie foi um dos principais divulgadores e professores da prática da arte marcial brasileira

Lenda do jiu-jítsu, Robson Gracie morreu na noite desta sexta-feira, no Rio de Janeiro, aos 88 anos. A notícia foi divulgada e confirmada pela própria família do Grande Mestre. A neta Kyra Gracie foi a porta-voz da informação com um post nas redes sociais. A causa da morte não foi divulgada.

O ex-lutador foi um dos grandes nomes da família e um dos principais divulgadores e professores da prática da arte marcial brasileira. Nascido em 1935, ele foi o segundo filho de Carlos Gracie, patriarca da família. Em 1950, Robson seguiu os passos da família, principalmente do tio Hélio Gracie e do irmão Carlson, e estreou no Vale-Tudo.

A primeira vitória veio logo na estreia, contra Artur Emídio. Mais tarde, venceria também Valdo Santana, irmão de Valdemar Santana, arquirrival de Hélio e Carlson. Antes do falecimento, Robson se tornou Grande Mestre de jiu-jítsu, conquistando o nono e mais alto grau da modalidade.

- Hoje o Jiu-Jitsu se despede do Grande Mestre Robson Gracie, patriarca da Família Gracie e faixa vermelha. Eu me despeço do meu eterno avô amado que é uma das pessoas mais importantes da minha vida - publicou a neta Kyra Gracie, anunciando a morte do avó nas redes sociais.

Publicidade

Além da luta, Robson também teve envolvimento com a política. A fama de um grande lutador de jiu-jítsu o fez alcançar o posto de guarda-costas de Leonel Brizola, à época deputado federal do estado da Guanabara e cunhado do então presidente João Goulart. Após o golpe militar de 1964, o membro da família Gracie chegou a ser preso e torturado pelo novo regime.

Robson ficou durante 64 dias sob custódia dos militares até que o seu tio Hélio interveio na situação e fez o sobrinho ser liberado. Em 1980, durante o primeiro mandato de Brizola como governador do Rio de Janeiro, Robson assumiu a presidência da Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (SUDERJ).

Na época, ele voltou a promover eventos de vale-tudo na cidade do Rio de Janeiro, que chegou a ter a lendária revanche entre Rickson Gracie e Rei Zulu, no Maracanãzinho. Ele também assumiu o comando da presidência da Federação de Jiu-Jítsu do Rio de Janeiro (FJJ-Rio) no mesmo período.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.