Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Miiller e Diaz brilham, derrubam melhor dupla do mundo e conquistam o título do Pure Beach

Brasileiros fazem jogo duro, mas ficam com o vice diante de favoritos

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

A paranaense Rafaella Miiller, número 5 do mundo, e a venezuelana Patrícia Diaz, sétima colocada, conquistaram, na noite deste sábado, o título do Pure Beach, na Praia do Francês, em Marechal Deodoro (AL). O torneio é um dos maiores do mundo, um BT 400 com premiação de US$ 35 mil, e 440 pontos no ranking da Federação Internacional de Tênis.

Miiller e Diaz desbancaram as até então invictas italianas Giulia Gasparri e Ninny Valentini, que vinham de 19 triunfos seguidos e três títulos somente na temporada, por 2 sets a 0 com parciais de 7/5 6/3. A dupla da brasileira abriu vantagem no primeiro set, sacou para a parcial, as italianas salvaram set-point, empataram em 5 a 5, mas Miiller e Diaz quebraram novamente para fechar. No segundo set abriram 4 a 0 com duas quebras, permitiram uma reação das italianas, mas finalizaram com erro de saque de Gasparri, que é pentacampeã mundial.

"Sem palavras, incrível ter vencido esse torneio , esse jogo, as meninas vinham numa sequência de vitórias, é muito importante a conquista, colocar em prática tudo o que vínhamos treinando. Muito emocionada, muito feliz", comemorou Miiller que venceu seu 42º título na carreira e 13º somente ao lado de Diaz com a qual começou a jogar em 2018.

"Conversamos antes do jogo, tínhamos que tirar o nosso melhor, não tem outra opção, fazer tudo o que está treinando, estávamos preparadas para isso, nosso nível vinha crescendo. Estou super feliz e orgulhosa. Acho que as próximas batalhas serão ainda melhores".

Publicidade

No masculino o troféu ficou com a dupla do francês Nicolas Gianotti e do italiano Mattia Spoto, quarto colocado, a segunda melhor dupla do mundo. Eles derrotaram na final a dupla brasileira formada por Gabriel Santos, de Louveira (SP), e Hugo Russo, de Sorocaba (SP), que disputaram a maior final de suas carreiras. A dupla brasileira jogou muito, mas perdeu nos detalhes por 3/6 6/3 10/8. Spoto e Gianotti faturaram o 11º troféu juntos: "Estamos muito felizes, foi um jogo muito difícil contra uma grande dupla, que jogaram incrível no primeiro set," disse Gianotti. Spoto completou: "É incrível ganhar esse título, jogamos uma semi incrível, os adversários foram muito bem no primeiro set. Queria saudar minha namorada e meus patrocinadores".

Os brasileiros saíram chateados, mas de cabeça erguida: "Vamos precisar de um tempo para digerir, sabemos a campanha que fizemos. Estou bem chateado, tive a bola no saque no 8 a 8. Colocamos uma mão na taça, só faltou levantar, mas estou feliz com o desempenho na semana, estamos construindo uma ótima parceria", disse Russo.

Publicidade

"Perder é horrível ainda mais com uma torcida dessa que nos apoiou do começo ao fim, mas vamos tirar o saldo positivo, olha o que fizemos aqui, o desempenho aqui. Estou feliz, poderia estar bem mais com o título . Agradecer todo mundo que faz parte disso e vamos com tudo", disse Santos.

A competição, uma das maiores do mundo, conta com 1.341 atletas de doze países (Brasil, Estados Unidos, Itália, Alemanha, Espanha, Porto Rico, Venezuela, Portugal, França, Rússia, Chile e Letônia). O evento BT 400 termina neste domingo, 16, quando será disputado o evento BT 10 que terá a presença de alagoanos na disputa do título com destaque para os irmãos Pedro e Paulo Consiglio, vice-campeões do ano passado. Os jogos começam às 9h.

Paralelo aos eventos profissionais ocorrem as finais dos eventos amadores nas categorias A, B, C e D , categorias veteranas 40 e 50+ e juvenis Sub 18 e Sub 14.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.