Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Messi vai voltar ao Barcelona? Lembre jogadores que retornaram para seus clubes onde foram ídolos

Lance

Lance|Do R7

O Barcelona trabalha para repatriar Lionel Messi, maior ídolo da história do clube catalão. Na última segunda-feira (5), o pai do astro se encontrou com o presidente do Barcelona, Joan Laporta, e afirmou que o argentino
O Barcelona trabalha para repatriar Lionel Messi, maior ídolo da história do clube catalão. Na última segunda-feira (5), o pai do astro se encontrou com o presidente do Barcelona, Joan Laporta, e afirmou que o argentino Pau Barrena/ AFP
Juan Sebástian Verón - muito identificado com o Estudiantes, o volante também teve seu pai como um dos grandes jogadores da história do clube argentino.
Juan Sebástian Verón - muito identificado com o Estudiantes, o volante também teve seu pai como um dos grandes jogadores da história do clube argentino. Juan Sebástian Verón - muito identificado com o Estudiantes, o volante também teve seu pai como um dos grandes jogadores da história do clube argentino.
David Luiz - o defensor foi comprado pelo Chelsea, em 2011, após se destacar no futebol português com a camisa do Benfica, por R$ 57 milhões. Nos Blues, o zagueiro conquistou a Champions em 2012 (primeira da história do clube) e a Liga Europa em 2013. Mas, foi contratado pelo PSG por R$ 150 milhões, se tornando o zagueiro mais caro da história na época. No entanto, em 2016, o técnico Antonio Conte pediu a volta do brasileiro, fazendo com que o Chelsea desembolsasse cerca de R$ 138 milhões. Neste ano, inclusive, repetiu a conquista da Liga Europa.
David Luiz - o defensor foi comprado pelo Chelsea, em 2011, após se destacar no futebol português com a camisa do Benfica, por R$ 57 milhões. Nos Blues, o zagueiro conquistou a Champions em 2012 (primeira da história do clube) e a Liga Europa em 2013. ... David Luiz - o defensor foi comprado pelo Chelsea, em 2011, após se destacar no futebol português com a camisa do Benfica, por R$ 57 milhões. Nos Blues, o zagueiro conquistou a Champions em 2012 (primeira da história do clube) e a Liga Europa em 2013. Mas, foi contratado pelo PSG por R$ 150 milhões, se tornando o zagueiro mais caro da história na época. No entanto, em 2016, o técnico Antonio Conte pediu a volta do brasileiro, fazendo com que o Chelsea desembolsasse cerca de R$ 138 milhões. Neste ano, inclusive, repetiu a conquista da Liga Europa.
Mario Gotze - criado nas bases do Borussia Dortmund, o meia apareceu como um dos três craques da equipe ao lado de Lewandowski e Marco Reus, chegando na final da Champions de 2013. No entanto, o alemão migrou para o rival Bayern, em transferência anunciada horas antes da final da competição europeia. Comprado por R$ 132 milhões, Gotze vestiu a camisa do Bayern por três temporadas, mas nunca conseguiu repetir os níveis de atuação. Assim, o meia acertou a sua volta ao Dortmund em 2016 por cerca de R$ 20 milhões a menos.
Mario Gotze - criado nas bases do Borussia Dortmund, o meia apareceu como um dos três craques da equipe ao lado de Lewandowski e Marco Reus, chegando na final da Champions de 2013. No entanto, o alemão migrou para o rival Bayern, em transferência anunc... Mario Gotze - criado nas bases do Borussia Dortmund, o meia apareceu como um dos três craques da equipe ao lado de Lewandowski e Marco Reus, chegando na final da Champions de 2013. No entanto, o alemão migrou para o rival Bayern, em transferência anunciada horas antes da final da competição europeia. Comprado por R$ 132 milhões, Gotze vestiu a camisa do Bayern por três temporadas, mas nunca conseguiu repetir os níveis de atuação. Assim, o meia acertou a sua volta ao Dortmund em 2016 por cerca de R$ 20 milhões a menos.
Carlos Tévez - após uma bela passagem pela Europa, onde defendeu o West Ham, o Manchester United, o Manchester City e a Juventus, Carlos Tévez decidiu retornar ao Boca Juniors em 2016, clube que o revelou para o futebol, antes de receber uma grande proposta da China. Em 2018, no entanto, o argentino voltou a La Bombonera, onde ficou até o fim de 2021, quando pendurou as chuteiras.
Carlos Tévez - após uma bela passagem pela Europa, onde defendeu o West Ham, o Manchester United, o Manchester City e a Juventus, Carlos Tévez decidiu retornar ao Boca Juniors em 2016, clube que o revelou para o futebol, antes de receber uma grande pro... Carlos Tévez - após uma bela passagem pela Europa, onde defendeu o West Ham, o Manchester United, o Manchester City e a Juventus, Carlos Tévez decidiu retornar ao Boca Juniors em 2016, clube que o revelou para o futebol, antes de receber uma grande proposta da China. Em 2018, no entanto, o argentino voltou a La Bombonera, onde ficou até o fim de 2021, quando pendurou as chuteiras.
Antoine Griezmann - Ídolo do Atlético de Madrid, o jogador optou em defender o Barcelona em 2019, mas depois de uma passagem ruim pelo clube catalão, assegurou seu retorno ao Colchonero. O francês, inclusive, ainda defende as cores do time da capital espanhola.
Antoine Griezmann - Ídolo do Atlético de Madrid, o jogador optou em defender o Barcelona em 2019, mas depois de uma passagem ruim pelo clube catalão, assegurou seu retorno ao Colchonero. O francês, inclusive, ainda defende as cores do time da capital e... Antoine Griezmann - Ídolo do Atlético de Madrid, o jogador optou em defender o Barcelona em 2019, mas depois de uma passagem ruim pelo clube catalão, assegurou seu retorno ao Colchonero. O francês, inclusive, ainda defende as cores do time da capital espanhola.
Didier Drogba - grande herói da conquista da primeira Champions da história do Chelsea, o jogador deixou a equipe logo após o título europeu e foi se aventurar no futebol chinês, onde permaneceu por apenas uma temporada. Assim, o atacante voltou ao futebol europeu para defender, também por uma temporada, o Galatasaray, da Turquia. Depois de dois anos, retornou ao Chelsea em 2014 para conquistar mais um Campeonato Inglês pelos Blues.
Didier Drogba - grande herói da conquista da primeira Champions da história do Chelsea, o jogador deixou a equipe logo após o título europeu e foi se aventurar no futebol chinês, onde permaneceu por apenas uma temporada. Assim, o atacante voltou ao fut... Didier Drogba - grande herói da conquista da primeira Champions da história do Chelsea, o jogador deixou a equipe logo após o título europeu e foi se aventurar no futebol chinês, onde permaneceu por apenas uma temporada. Assim, o atacante voltou ao futebol europeu para defender, também por uma temporada, o Galatasaray, da Turquia. Depois de dois anos, retornou ao Chelsea em 2014 para conquistar mais um Campeonato Inglês pelos Blues.
Kaká - fez sucesso no Milan entre 2003 e 2009, sendo eleito o Bola de Ouro em 2007. Entre os melhores jogadores do mundo, foi contratado pelo Real Madrid em uma das transações mais caras da história do futebol. No entanto, não conseguiu se firmar no clube merengue e voltou ao Milan em 2013.
Kaká - fez sucesso no Milan entre 2003 e 2009, sendo eleito o Bola de Ouro em 2007. Entre os melhores jogadores do mundo, foi contratado pelo Real Madrid em uma das transações mais caras da história do futebol. No entanto, não conseguiu se firmar no cl... Kaká - fez sucesso no Milan entre 2003 e 2009, sendo eleito o Bola de Ouro em 2007. Entre os melhores jogadores do mundo, foi contratado pelo Real Madrid em uma das transações mais caras da história do futebol. No entanto, não conseguiu se firmar no clube merengue e voltou ao Milan em 2013.
Cesc Fàbregas - chegou ao Barcelona com apenas 10 anos de idade, no ano de 1997. Após seis anos nas categorias de base do clube catalão, foi para o Arsenal em 2003, com 16 anos. Se profissionalizou neste mesmo ano, iniciando uma carreira de sucesso no clube inglês. Jogou pelos Gunners até 2011, quando retornou para o Barcelona, onde permaneceu por três temporadas.
Cesc Fàbregas - chegou ao Barcelona com apenas 10 anos de idade, no ano de 1997. Após seis anos nas categorias de base do clube catalão, foi para o Arsenal em 2003, com 16 anos. Se profissionalizou neste mesmo ano, iniciando uma carreira de sucesso no ... Cesc Fàbregas - chegou ao Barcelona com apenas 10 anos de idade, no ano de 1997. Após seis anos nas categorias de base do clube catalão, foi para o Arsenal em 2003, com 16 anos. Se profissionalizou neste mesmo ano, iniciando uma carreira de sucesso no clube inglês. Jogou pelos Gunners até 2011, quando retornou para o Barcelona, onde permaneceu por três temporadas.
Luis Suárez - maior artilheiro da história da seleção do Uruguai, o atacante acertou seu retorno ao Nacional-URU em 2022 depois de 16 temporadas longe do clube que o revelou para o futebol. No entanto, o centroavante ficou no clube uruguaio por apenas uma temporada e, em seguida, acertou sua transferência ao Grêmio.
Luis Suárez - maior artilheiro da história da seleção do Uruguai, o atacante acertou seu retorno ao Nacional-URU em 2022 depois de 16 temporadas longe do clube que o revelou para o futebol. No entanto, o centroavante ficou no clube uruguaio por apenas ... Luis Suárez - maior artilheiro da história da seleção do Uruguai, o atacante acertou seu retorno ao Nacional-URU em 2022 depois de 16 temporadas longe do clube que o revelou para o futebol. No entanto, o centroavante ficou no clube uruguaio por apenas uma temporada e, em seguida, acertou sua transferência ao Grêmio.
Cristiano Ronaldo - o craque português acertou o retorno ao Manchester United em setembro de 2021, primeiro grande clube onde o astro começou a sua carreira repleta de títulos e sucesso. Eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em cinco oportunidades, na primeira delas, em 2008, ainda jogava pelo clube inglês. No entanto, alguns problemas de vestiário fizeram com o que CR7 deixasse os Red Devils e acertasse a ida para ao Al-Nassr, da Arábia Saudita, clube no qual defende até hoje.
Cristiano Ronaldo - o craque português acertou o retorno ao Manchester United em setembro de 2021, primeiro grande clube onde o astro começou a sua carreira repleta de títulos e sucesso. Eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em cinco oportunidades... Cristiano Ronaldo - o craque português acertou o retorno ao Manchester United em setembro de 2021, primeiro grande clube onde o astro começou a sua carreira repleta de títulos e sucesso. Eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa em cinco oportunidades, na primeira delas, em 2008, ainda jogava pelo clube inglês. No entanto, alguns problemas de vestiário fizeram com o que CR7 deixasse os Red Devils e acertasse a ida para ao Al-Nassr, da Arábia Saudita, clube no qual defende até hoje.
Gianluigi Buffon - aos 44 anos, o goleiro ainda está em atividade e defende o Parma. Antes, o italiano brilhou na Juventus e também teve uma passagem pelo PSG. Buffon acertou seu retorno ao tradicional clube italiano em junho de 2021 e tem contrato até 2024. Além disso, tudo indica que o histórico goleiro vai pendurar as luvas defendendo o clube que o revelou para o futebo. Na atual temporada, inclusive, uma cena do experiente goleiro chorando após a permanência do Parma na segunda divisão da Itália rodou o mundo do futebol.
Gianluigi Buffon - aos 44 anos, o goleiro ainda está em atividade e defende o Parma. Antes, o italiano brilhou na Juventus e também teve uma passagem pelo PSG. Buffon acertou seu retorno ao tradicional clube italiano em junho de 2021 e tem contrato até... Gianluigi Buffon - aos 44 anos, o goleiro ainda está em atividade e defende o Parma. Antes, o italiano brilhou na Juventus e também teve uma passagem pelo PSG. Buffon acertou seu retorno ao tradicional clube italiano em junho de 2021 e tem contrato até 2024. Além disso, tudo indica que o histórico goleiro vai pendurar as luvas defendendo o clube que o revelou para o futebo. Na atual temporada, inclusive, uma cena do experiente goleiro chorando após a permanência do Parma na segunda divisão da Itália rodou o mundo do futebol.
Roberto Dinamite - vale recordar o dia em que o maior jogador da história do Vasco, que morreu neste ano, retornou ao Gigante da Colina. Em 1980, o artilheiro fez sua primeira partida em seu retorno ao clube que o revelou para o futebol após uma breve passagem pelo Barcelona. O histórico camisa 10 anotou nada mais nada menos que cinco gols contra o Corinthians no Maracanã, em partida válida pelo quadrangular final do Campeonato Brasileiro.
Roberto Dinamite - vale recordar o dia em que o maior jogador da história do Vasco, que morreu neste ano, retornou ao Gigante da Colina. Em 1980, o artilheiro fez sua primeira partida em seu retorno ao clube que o revelou para o futebol após uma breve ... Roberto Dinamite - vale recordar o dia em que o maior jogador da história do Vasco, que morreu neste ano, retornou ao Gigante da Colina. Em 1980, o artilheiro fez sua primeira partida em seu retorno ao clube que o revelou para o futebol após uma breve passagem pelo Barcelona. O histórico camisa 10 anotou nada mais nada menos que cinco gols contra o Corinthians no Maracanã, em partida válida pelo quadrangular final do Campeonato Brasileiro.
Dunga - capitão da Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo e campeão Mundial em 94, o volante surgiu para o futebol no início dos anos 80, revelado pelo Internacional. Do Beira-Rio, o volante passou por Corinthians, Santos, Vasco, foi para a Itália, Japão, até que em 1999, nos seus últimos momentos como jogador, voltou ao Inter para se aposentar. Além disso, antes de pendurar as chuteiras, coube a Dunga a missão de marcar um gol que livrou o Colorado do rebaixamento no Brasileirão de 1999.
Dunga - capitão da Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo e campeão Mundial em 94, o volante surgiu para o futebol no início dos anos 80, revelado pelo Internacional. Do Beira-Rio, o volante passou por Corinthians, Santos, Vasco, foi para a Itália, ... Dunga - capitão da Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo e campeão Mundial em 94, o volante surgiu para o futebol no início dos anos 80, revelado pelo Internacional. Do Beira-Rio, o volante passou por Corinthians, Santos, Vasco, foi para a Itália, Japão, até que em 1999, nos seus últimos momentos como jogador, voltou ao Inter para se aposentar. Além disso, antes de pendurar as chuteiras, coube a Dunga a missão de marcar um gol que livrou o Colorado do rebaixamento no Brasileirão de 1999.
Edmundo - ídolo do Vasco, o atacante se aventurou no futebol europeu em algumas oportunidades, mas nunca conseguiu o mesmo sucesso que teve no Brasil. Em 1997, o atacante decidiu trocar o Gigante da Colina pela Fiorentina, da Itália, num movimento que não deu muito certo e que acabou em 1999 com o retorno dele para São Januário. Em 2008, o
Edmundo - ídolo do Vasco, o atacante se aventurou no futebol europeu em algumas oportunidades, mas nunca conseguiu o mesmo sucesso que teve no Brasil. Em 1997, o atacante decidiu trocar o Gigante da Colina pela Fiorentina, da Itália, num movimento que ... Edmundo - ídolo do Vasco, o atacante se aventurou no futebol europeu em algumas oportunidades, mas nunca conseguiu o mesmo sucesso que teve no Brasil. Em 1997, o atacante decidiu trocar o Gigante da Colina pela Fiorentina, da Itália, num movimento que não deu muito certo e que acabou em 1999 com o retorno dele para São Januário. Em 2008, o
Adriano Imperador - explodiu no Flamengo entre os anos de 2000 e 2001. Depois de um grande de sucesso, seguido de uma decadência na Europa, o jogador voltou para o clube em 2009. Em grande fase no Rio de Janeiro, o atacante foi capaz de ser a principal estrela da conquista do Brasileirão daquele ano, formando o famoso ataque
Adriano Imperador - explodiu no Flamengo entre os anos de 2000 e 2001. Depois de um grande de sucesso, seguido de uma decadência na Europa, o jogador voltou para o clube em 2009. Em grande fase no Rio de Janeiro, o atacante foi capaz de ser a principal... Adriano Imperador - explodiu no Flamengo entre os anos de 2000 e 2001. Depois de um grande de sucesso, seguido de uma decadência na Europa, o jogador voltou para o clube em 2009. Em grande fase no Rio de Janeiro, o atacante foi capaz de ser a principal estrela da conquista do Brasileirão daquele ano, formando o famoso ataque
Robinho - foi uma das maiores revelações da história do Santos, em 2002. O atacante conquistou dois Brasileiros com a camisa do Peixe e se tornou um grande ídolo do clube após sair em 2005. No entanto, na Europa, ele não foi nem sombra do jogador que foi no Brasil e fez alguns retornos para o país, e com muito sucesso. Em 2010, ao lado de Neymar e Ganso, eles conquistaram o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Mais tarde, em 2015, o atacante voltou a se destacar no Alvinegro Praiano ao ser campeão Paulista.
Robinho - foi uma das maiores revelações da história do Santos, em 2002. O atacante conquistou dois Brasileiros com a camisa do Peixe e se tornou um grande ídolo do clube após sair em 2005. No entanto, na Europa, ele não foi nem sombra do jogador que f... Robinho - foi uma das maiores revelações da história do Santos, em 2002. O atacante conquistou dois Brasileiros com a camisa do Peixe e se tornou um grande ídolo do clube após sair em 2005. No entanto, na Europa, ele não foi nem sombra do jogador que foi no Brasil e fez alguns retornos para o país, e com muito sucesso. Em 2010, ao lado de Neymar e Ganso, eles conquistaram o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Mais tarde, em 2015, o atacante voltou a se destacar no Alvinegro Praiano ao ser campeão Paulista.
Juninho Pernambucano - o Reizinho da Colina acertou seu retorno ao clube onde é ídolo em 2011. Na época, Roberto Dinamite tinha prestígios como presidente. Por mais que o meia não tenha participado da campaha do título da Copa do Brasil em 2011, o ex-jogador foi fundamental na boa campanha do Vasco no Brasileirão de 2012, quando os cariocas ficaram na vice-liderança.
Juninho Pernambucano - o Reizinho da Colina acertou seu retorno ao clube onde é ídolo em 2011. Na época, Roberto Dinamite tinha prestígios como presidente. Por mais que o meia não tenha participado da campaha do título da Copa do Brasil em 2011, o ex-j... Juninho Pernambucano - o Reizinho da Colina acertou seu retorno ao clube onde é ídolo em 2011. Na época, Roberto Dinamite tinha prestígios como presidente. Por mais que o meia não tenha participado da campaha do título da Copa do Brasil em 2011, o ex-jogador foi fundamental na boa campanha do Vasco no Brasileirão de 2012, quando os cariocas ficaram na vice-liderança.
Alex - revelado na base do Coritiba, o meia deixou o clube ainda muito novo contratado pelo Palmeiras para substituir Djalminha. No Verdão, o camisa 10 virou ídolo, foi multicampeão e foi para a Europa. O jogador ainda teve passagem pelo Flamengo, brilhou no Cruzeiro e fez história na Turquia defendendo o Fenerbahçe, onde também é considerado ídolo do clube. Nos seus últimos anos de carreira, quando decidiu voltar ao Brasil, em 2012, Alex recebeu propostas de muitas equipes, mas fez questão de retornar ao Coxa, para se despedir do futebol no clube que o revelou. Foram dois anos no Couto Pereira, até que no final de 2014 o meia pendurou as chuteiras.
Alex - revelado na base do Coritiba, o meia deixou o clube ainda muito novo contratado pelo Palmeiras para substituir Djalminha. No Verdão, o camisa 10 virou ídolo, foi multicampeão e foi para a Europa. O jogador ainda teve passagem pelo Flamengo, bril... Alex - revelado na base do Coritiba, o meia deixou o clube ainda muito novo contratado pelo Palmeiras para substituir Djalminha. No Verdão, o camisa 10 virou ídolo, foi multicampeão e foi para a Europa. O jogador ainda teve passagem pelo Flamengo, brilhou no Cruzeiro e fez história na Turquia defendendo o Fenerbahçe, onde também é considerado ídolo do clube. Nos seus últimos anos de carreira, quando decidiu voltar ao Brasil, em 2012, Alex recebeu propostas de muitas equipes, mas fez questão de retornar ao Coxa, para se despedir do futebol no clube que o revelou. Foram dois anos no Couto Pereira, até que no final de 2014 o meia pendurou as chuteiras.
Kaká - entre 2001 e 2003, Kaká surgiu como promessa de craque do futebol brasileiro, fez os gols que decidiram o Rio-São Paulo na época, mas ficou marcado pela torcida após uma série de eliminações em mata-mata. Saiu para o Milan por
Kaká - entre 2001 e 2003, Kaká surgiu como promessa de craque do futebol brasileiro, fez os gols que decidiram o Rio-São Paulo na época, mas ficou marcado pela torcida após uma série de eliminações em mata-mata. Saiu para o Milan por Kaká - entre 2001 e 2003, Kaká surgiu como promessa de craque do futebol brasileiro, fez os gols que decidiram o Rio-São Paulo na época, mas ficou marcado pela torcida após uma série de eliminações em mata-mata. Saiu para o Milan por
Luis Fabiano - viveu o auge no São Paulo, onde ganhou status de ídolo. Artilheiro do Brasileirão de 2002, o atacante liderou o time até a semifinal da Libertadores de 2004, quando o resultado o fez ser criticado pela torcida e acabou sendo vendido ao Porto. A terceira passagem começou em 2011, quando desembarcou como aposta milionária para levar o clube de novo aos títulos. Foi campeão da Sul-Americana de 2012, é verdade, mas viveu muitos problemas de lesão e acumulou cartões até encerrar o ciclo, no fim de 2015.
Luis Fabiano - viveu o auge no São Paulo, onde ganhou status de ídolo. Artilheiro do Brasileirão de 2002, o atacante liderou o time até a semifinal da Libertadores de 2004, quando o resultado o fez ser criticado pela torcida e acabou sendo vendido ao P... Luis Fabiano - viveu o auge no São Paulo, onde ganhou status de ídolo. Artilheiro do Brasileirão de 2002, o atacante liderou o time até a semifinal da Libertadores de 2004, quando o resultado o fez ser criticado pela torcida e acabou sendo vendido ao Porto. A terceira passagem começou em 2011, quando desembarcou como aposta milionária para levar o clube de novo aos títulos. Foi campeão da Sul-Americana de 2012, é verdade, mas viveu muitos problemas de lesão e acumulou cartões até encerrar o ciclo, no fim de 2015.
Lugano - entrou para a história do São Paulo ao comandar a defesa campeã paulista, da Libertadores e do Mundial. Mas, saiu em 2006 após o vice da Sul-americana. Dez anos depois, Lugano acertou o desafio de retornar ao Tricolor. Já em final de carreira, não atuou com tanta frequência, mas foi um líder importante para o vestiário na campanha da Libertadores de 2016 e luta contra o rebaixamento no Brasileiro de 2017. Em seguida, virou diretor. Hoje é comentarista dos canais Disney.
Lugano - entrou para a história do São Paulo ao comandar a defesa campeã paulista, da Libertadores e do Mundial. Mas, saiu em 2006 após o vice da Sul-americana. Dez anos depois, Lugano acertou o desafio de retornar ao Tricolor. Já em final de carreira,... Lugano - entrou para a história do São Paulo ao comandar a defesa campeã paulista, da Libertadores e do Mundial. Mas, saiu em 2006 após o vice da Sul-americana. Dez anos depois, Lugano acertou o desafio de retornar ao Tricolor. Já em final de carreira, não atuou com tanta frequência, mas foi um líder importante para o vestiário na campanha da Libertadores de 2016 e luta contra o rebaixamento no Brasileiro de 2017. Em seguida, virou diretor. Hoje é comentarista dos canais Disney.
Juan - o zagueiro surgiu para o futebol revelado pelo Flamengo, seu time do coração. Depois do sucesso muito jovem no time carioca, o zagueiro brilhou na Europa com as camisas do Bayer Leverkusen, da Alemanha, e Roma, da Itália. Além disso, Juan disputou duas Copas do Mundo com a Seleção Brasileira (2006 e 2010) e em seu retorno ao Brasil escolheu o Internacional para jogar. Mas, nos seus últimos momentos como profissional, o defensor fez questão de voltar ao Rubro-Negro, onde se aposentou em 2019. Atualmente o ex-jogador faz parte da diretoria do clube.
Juan - o zagueiro surgiu para o futebol revelado pelo Flamengo, seu time do coração. Depois do sucesso muito jovem no time carioca, o zagueiro brilhou na Europa com as camisas do Bayer Leverkusen, da Alemanha, e Roma, da Itália. Além disso, Juan disput... Juan - o zagueiro surgiu para o futebol revelado pelo Flamengo, seu time do coração. Depois do sucesso muito jovem no time carioca, o zagueiro brilhou na Europa com as camisas do Bayer Leverkusen, da Alemanha, e Roma, da Itália. Além disso, Juan disputou duas Copas do Mundo com a Seleção Brasileira (2006 e 2010) e em seu retorno ao Brasil escolheu o Internacional para jogar. Mas, nos seus últimos momentos como profissional, o defensor fez questão de voltar ao Rubro-Negro, onde se aposentou em 2019. Atualmente o ex-jogador faz parte da diretoria do clube.
Dudu - o atacante chegou ao Palmeiras em 2015 e caiu nas graças da torcida. Anos depois, já em 2020, o meia-atacante foi emprestado ao Al-Duhail, do Catar, e lá ficou por uma temporada antes de retornar ao Allianz Parque, onde é um dos grandes ídolos do clube e peça importante no esquema do técnico Abel Ferreira.
Dudu - o atacante chegou ao Palmeiras em 2015 e caiu nas graças da torcida. Anos depois, já em 2020, o meia-atacante foi emprestado ao Al-Duhail, do Catar, e lá ficou por uma temporada antes de retornar ao Allianz Parque, onde é um dos grandes ídolos d... Dudu - o atacante chegou ao Palmeiras em 2015 e caiu nas graças da torcida. Anos depois, já em 2020, o meia-atacante foi emprestado ao Al-Duhail, do Catar, e lá ficou por uma temporada antes de retornar ao Allianz Parque, onde é um dos grandes ídolos do clube e peça importante no esquema do técnico Abel Ferreira.
Marcelo - ídolo do Fluminense e do Real Madrid, o lateral-esquerdo acertou, nesta temporada, seu retorno ao clube que o revelou para o futebol depois de 17 anos. Aos 34 anos, o jogador rescindiu com o Olympiacos, da Grécia, e voltou sem custos ao Tricolor.
Marcelo - ídolo do Fluminense e do Real Madrid, o lateral-esquerdo acertou, nesta temporada, seu retorno ao clube que o revelou para o futebol depois de 17 anos. Aos 34 anos, o jogador rescindiu com o Olympiacos, da Grécia, e voltou sem custos ao Trico... Marcelo - ídolo do Fluminense e do Real Madrid, o lateral-esquerdo acertou, nesta temporada, seu retorno ao clube que o revelou para o futebol depois de 17 anos. Aos 34 anos, o jogador rescindiu com o Olympiacos, da Grécia, e voltou sem custos ao Tricolor.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.