Lance Mesmo derrotado, Abel Ferreira elogia competitividade do Palmeiras diante do Defensa y Justicia

Mesmo derrotado, Abel Ferreira elogia competitividade do Palmeiras diante do Defensa y Justicia

Treinador lamentou chances perdidas, mas reafirmou o orgulho que tem dos jogadores

Lance
Lance

Lance

Lance

Após a primeira derrota do Palmeiras na Libertadores 2021, por 4 a 3 para o Defensa y Justicia, Abel Ferreira elogiou muito a atuação do time, apesar do revés, e destacou a competitividade em campo. O treinador descreveu a partida como um “jogo de qualidade” e analisou a grande capacidade ofensiva da equipe.

– Hoje, se pudesse resumir o jogo em duas palavras, diria: Orgulho tremendo. E muita felicidade do nosso adversário. A gente aprende todos os dias. Futebol é um jogo. E o jogo tem fator sorte. Competência também. Nós hoje fizemos um jogo de qualidade. Qualidade ofensiva. Agora, quando olhamos para a densidade competitiva de uma equipe e outra, não tem nada a ver – afirmou.


>> ATUAÇÕES: Zé Rafael e Scarpa são destaques do Palmeiras em derrota
>> Confira a tabela da Libertadores e faça sua simulação

O técnico do Verdão também ressaltou o trabalho feito no clube, com a força do Palmeiras em todos os campeonatos, e enfatizou que o processo para alcançar as campanhas de sucesso deve ser valorizado, como no caso do Paulistão.

– Todas as competições que essa equipe está, chegamos nas finais. Umas ganhou, outras perdeu. Faz parte do futebol. Tenho um orgulho tremendo dos meus jogadores. Trocamos toda a equipe e fizemos 3 gols, com possibilidade de fazer 4… – ressaltou.

– Eu, quando cheguei, não prometi títulos. Disse que teria trabalho de qualidade. Jogar com qualidade e lutar por títulos. Se vamos ganhar? Não sei. Me enche de orgulho chegar nas finais. E temos que valorizar o processo até chegar nas finais. Orgulho tremendo! – declarou o português, reafirmando o que sente dos seus jogadores.

Ao final, Abel ponderou sobre a decisão contra o São Paulo, analisando que a partida do Palmeiras desta terça nada tem a ver com a final do Estadual.

– O futebol é mágico porque todos têm opiniões e todos estão certos. Não gosto de discutir opiniões por isso. Mas não há comparação possível com Paulista e Libertadores. E nem jogo contra o Defensa com o jogo contra o São Paulo. São jogos completamente diferentes - concluiu.

Virando a chave da derrota contra a equipe argentina, o Maior Campeão Nacional volta a campo às 22h desta quinta-feira (20) no Allianz Parque pela final do Paulistão 2021, para iniciar a busca pelo seu 24º título da competição.

Últimas