Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Mercedes descarta briga por títulos na Fórmula 1 2023; entenda motivo

Diretor da equipe, Toto Wolff destacou que carro W14 não conseguiu diminuir diferença para outras construtoras diante do novo regulamento...

Lance

Lance|Do R7


Lance
Lance

A Mercedes parece ter assumido o golpe. Diante da desvantagem para a Red Bull e os problemas do carro W14, o diretor Toto Wolff destacou que será necessário tempo para colocar a equipe de volta às disputas por títulos. Com o desenvolvimento do carro sendo realizado em meio à temporada, a Mercedes deve voltar a ser competitiva, de acordo com ele, em seis a 12 meses.

- Acho que o atraso provavelmente está entre seis e 12 meses, porque esse é o tempo que levamos para descobrir o que realmente estava acontecendo com o carro. E isso significa que só precisamos ter o dobro da velocidade de desenvolvimento, uma forte inclinação de desenvolvimento - reconheceu Wolff.

+ Osasco se posiciona após Fred Nicácio afirmar que Key Alves foi demitida do clube

A equipe planeja apresentar atualizações no carro para o GP de Emília-Romagna, o sexto da temporada. No entanto, enquanto George Russell se mostrou animado com as possíveis melhorias, Wolff pisou no freio.

Publicidade

- Os ganhos (da Red Bull) serão cada vez menores se o conceito estiver maduro. (...) Se entendermos fundamentalmente onde precisamos colocar o carro, as mudanças serão grandes. Mas precisamos ser perfeitos - afirmou.

A Fórmula 1 já teve dois dos 23 GP's na temporada 2023. Verstappen e Pérez, da RBR, ficaram nas primeiras duas posições nos duas primeiras corridas, realizadas no Bahrein e na Arábia Saudita. Agora, os pilotos se preparam para o GP da Austrália, em Melbourne, que ocorre no dia 2 de abril, às 2h (de Brasília).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.