Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Meia do Brasil, Andreas Pereira critica 'favoritismo' do Uruguai e crava: 'Vamos ganhar'

Meia revela bastidores após empate com a Colômbia

Lance

Lance|Do R7


Imagem da notícia

Meia da Seleção Brasileira, Andreas Pereira criticou um suposto "favoritismo" do Uruguai para o confronto das quartas de final da Copa América. Em coletiva, o atleta demonstrou muita confiança na classificação da equipe de Dorival Júnior.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Eu acho que o Brasil sempre vai ser o favorito. E o que demonstramos na competição e pelos jogadores que temos. Se todos de fora estão falando que o Uruguai é o favorito, eles podem ser os favoritos. Vamos chegar lá e ganhar o jogo.

O atleta fez questão de ressaltar a qualidade do elenco do Brasil e afirmou que a Celeste encontrará uma pedreira pela frente. Além disso, o jogador do Fulham fez questão de colocar a Seleção dentre as favoritas.

Publicidade

- Para eles vai ser muito mais pedreira do que para a gente. Temos um grupo muito qualificado. A gente respeita muito Uruguai, Colômbia, Argentina, mas somos a Seleção Brasileira. Para ganhar, a gente vai ter que atropelar, fazer tudo nesse sentido para vencer. Vamos focar nos nossos detalhes, nossos erros para melhorar, para vencer.

No sábado (6), o Brasil encara o Uruguai, às 22h (horário de Brasília), em busca de uma vaga na semifinal da Copa América. Caso avance, a Seleção pode enfrentar a Colômbia ou Panamá.

Publicidade

CONFIRA OUTRAS RESPOSTAS DE ANDREAS PEREIRA

FASE DE GRUPOS

- A gente queria ganhar os jogos, mas o mais importante foi a classificação. A estreia foi um empate difícil, pois merecíamos ganhar. No último jogo, a gente merecia mais. Tiveram fases complicadas no jogo, com um pênalti que poderia mudar tudo. A gente merecia ganhar os três jogos. Não temos nenhuma dúvida entre a gente, estamos super focados. São 33 dias juntos, o grupo tá fechado, todo mundo comprou a ideia do professor, todos estão se desenvolvendo dentro desse sistema. A reconexão com a torcida vai acontecer ao longo do tempo.

ERRO DO VAR

- Foi bom que eles reconheceram o erro. Mas a gente viu no jogo, todos viram que foi pênalti. Nos prejudicou bastante. Em um jogo que faz 2 a 0, eles vão correra trás do resultado. Para a gente muda muita coisa, mas foge do nosso controle. Daqui para frente, não pode ter mais esses erros na competição. A arbitragem tem que melhorar nisso, é uma imagem, não é uma opinião. Tomara que não tenha mais erros contra a gente.

PRESSÃO

- Eu nasci na Bélgica, não belga. Sou brasileiro. A gente está acostumado com a pressão de sempre ter que vencer. Nosso grupo tá fechado, o clima está leve. Sempre vai ter pressão jogando aqui. A gente está preparado para vencer esse jogo. Estou mais com os jogadores do que com a minha família. Criamos um grupo de muita amizade e isso vai ser muito importante nessas fases de mata-mata.

TITULARIDADE

- Ele não chegou a conversar comigo. Vamos analisar o Uruguai, ainda tem dois treinos. Estou preparado para o que vier. Se for para começar de titular ou entrar no jogo, eu vou estar preparado para dar o meu melhor.

NOVE DE OFÍCIO

- No clube, eu jogo com um nove fixo. Na Seleção, a gente joga sem. Estamos sempre preparados para mudar conforme o jogo. A gente pode adaptar muito rápido dentro do jogo. Isso faz com que nosso ataque fique mais perigoso. Temos formas de jogar com falso nove, com dois noves fixos. São variáveis que temos para ganhar os jogos.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.