Lance Mané, Salah, Haaland… Saiba quais craques não vão disputar a Copa do Mundo do Qatar

Mané, Salah, Haaland… Saiba quais craques não vão disputar a Copa do Mundo do Qatar

Senegalês foi a última baixa confirmada devido à lesão na perna direita, mas outros grandes jogadores acompanharão o Mundial só pela televisão

Lance
Lance

Lance

Lance

A Copa do Mundo é o único torneio do planeta que tem chance de reunir os maiores jogadores de uma vez só. Mas mesmo assim, sempre o Mundial acaba ficando órfão de grandes jogadores, seja por lesões ou porque atuam em alguma seleção que não conseguiu confirmar a vaga. A mais recente baixa foi Sadio Mané, o maior jogador senegalês na atualidade com uma lesão na perna direita foi cortado pela comissão técnica, nesta quinta-feira.



Antes de Mané, Kanté e Pogba já estavam fora da Copa do Mundo por lesão e não terão a chance de serem bicampeões com a França, em caso de uma eventual conquista. Ainda nos Blues, Nkuku foi a última baixa após disputa no treino com Camavinga, o atacante do RB Leipzig se viu fora do Mundial também. Pelos lados da Argentina, o atacante Nico González também acabou sendo cortado por lesão e será substituído por Ángel Correa.

Mas nem só de lesões os craques acabaram ficando de fora do Mundial. No Brasil mesmo, Phillipe Coutinho acabou não sendo convocado por Tite, primeiro por causa de um problema muscular, além do fato de não viver grande fase no Aston Villa.

Da Inglaterra surgiram algumas baixas muito sentidas pelos amantes do futebol. É o caso de Mohamed Salah e Erling Haaland. Dois dos melhores atacantes do planeta não estão na Copa pelo simples fato de suas seleções não conseguirem classificação para o Mundial. Salah, defendendo o Egito, acabou eliminado do Qatar por seus ex-companheiro e craque Mané, que defendia Senegal no playoff das eliminatórias. Coincidência do futebol, Mané se tornou mais uma baixa.

+ Três brasucas em Portugal; relembre os brasileiros que disputaram Copas do Mundo por outros países

Já Haaland até deixou sua marca nas Eliminatórias, como sempre, mas não foi o suficiente para a ajudar a Noruega a voltar à Copa do Mundo. A última, inclusive, foi em 1998, a terceira apenas da sua seleção. Na fase classificatória, a Noruega ficou a três pontos da Turquia e quase pegou uma vaga na repescagem. Mas a geração é considerada umas das melhores e vista com grandes chances de estar em 2026 e, lógico, com Haaland. Seu pai, Alf Haaland, jogou a Copa de 1994.

Salah - Tottenham x Liverpool

Salah - Tottenham x Liverpool

Lance

Moh Salah também não vai ao Mundial (Foto: Ian Kington / AFP)

Outro que está fora é David Alaba, do Real Madrid. Atuando pela Áustria, ajudou sua seleção a chegar até a repescagem, mas acabou sucumbindo à boa seleção de País de Gales, que está na Copa do Mundo depois de vencer a Ucrânia. É o mesmo caso de Mahrez, que foi até a fase final com a Argélia, mas não foi suficiente para eliminar Camarões, dentro de casa, após vencer fora.

Fora da Copa, a Colômbia tem nomes de peso como Luis Diaz e James Rodriguez. Do Chile, Vidal também ficou fora do Mundial com sua seleção, após péssima campanha nas Eliminatórias. Assim como não seria nenhum absurdo relembrar que Lionel Scaloni não levou o artilheiro do mundo na temporada, Germán Cano, do Fluminense.

ITÁLIA A GRANDE DECEPÇÃO.

Citar nomes de alguns craques que foram esquecidos por seus treinadores, cortados por lesão ou porque suas seleções não conseguiram vaga nas Eliminatórias é mais fácil do que pensar na seleção da Itália. A atual campeã da Eurocopa com uma ótima geração foi uma grande decepção.

+ Daniel Alves e companhia: conheça os jogadores mais velhos da Copa do Mundo

De qualquer maneira, Itália e Portugal enfrentaram um infortúnio sorteio da Uefa na repescagem. Além de fracassar na fase de grupos e perder a vaga para a Suíça, a Itália perdeu dentro de casa para a Macedônia do Norte e nem sequer teve a chance de disputar a vaga para o Mundial contra a forte seleção de Cristiano Ronaldo. Portugal, que, por sua vez, perdeu por lesão Diogo Jota, atacante do Liverpool.

Sendo assim, nomes como Jorginho, Immobile, Donnarumma, entre outros não vão poder desfilar seu talento na Copa do Mundo e não terão a chance de tentar levar a Azzurra ao pentacampeonato e se igualar ao Brasil.

Últimas