Mais Esportes Federer doou mais de R$ 83 milhões para construção de escolas

Federer doou mais de R$ 83 milhões para construção de escolas

Nos últimos 10 anos, 80 pré-escolas foram construídas no Malawi, país do sudeste africano, com ajuda da instituição do atleta

Lance
Roger Federer doou mais de R$ 83 milhões para construção de escolas no Malawi

Roger Federer doou mais de R$ 83 milhões para construção de escolas no Malawi

Reprodução/Twitter

Um levantamento feito recentemente, aponta que o tenista suíço Roger Federer, por meio de sua fundação, doou nos últimos 10 anos cerca de $13,5 milhões de euros, aproximadamente R$ 83 milhões, para a construção de escolas no Malawi.

O Malawi é um país do sudeste africano, entre a Zâmbia, a Tanzânia e Moçambique. Ali, a fundação do suíço atua desde sua fundação, há mais de 10 anos, e tem como foco trabalhar na construção de escolas de educação básica em pré-escolas, e a manutenção delas anualmente.

Apenas no Malawi, Federer e sua fundação já construíram 80 escolas com anuência do poder público local.

Ajudando o continente africado desde 2006, a instituição de Federer busca amenizar os problemas de diversas de crianças do continente em situação de risco e vulnerabilidade, investindo majoritariamente na educação e alimentação junto do apoio de outras entidades. No total, 1,5 milhão de crianças e adolescentes foram beneficiadas desde sua criação.

Segundo o site oficial da fundação, ela atua em seis países africanos: África do Sul, Zâmbia, Botswana, Namíbia, Malawi e Zimbábue. Além disso, auxiliam refugiados e pessoas de baixa renda na Suíça.

Federer vai leiloar itens de acervo pessoal usados em Grand Slams

Últimas