Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Maior pontuadora da Superliga Feminina de Vôlei ameaça deixar o Brasil

Aleksandra Uzelac é a maior pontuadora da Superliga Feminina de Vôlei

Lance|

Lance
Lance Lance (Lance)

Um dos grandes destaques da Superliga Feminina e do Fluminense, Aleksandra Uzelac colocou dúvidas em sua permanência no Brasil. A jogadora sérvia sofreu dois assaltos em um espaço de dez dias e não compareceu aos treinamentos recentes da equipe. Sem a estrangeira, o Tricolor Carioca bateu o Brasília por 3 sets a 2.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Depois de sofrer dois assaltos seguidos no Rio de Janeiro, Uzelac disse em entrevista ao jornal sérvio Mozzart Sport que caso precisasse procurar ajuda psicológica, o faria em seu país, e não no Brasil. A jogadora de 19 anos também ressaltou que seu foco nos próximos meses deve ser na seleção sérvia, classificada para as Olimpíadas.

➡️Final da Copa do Mundo, Champions ou Super Bowl: o que dá mais audiência?

Publicidade

- Houve negociações, nada era certo se continuaria na próxima temporada ou não. Mas depois de tudo isso, nem sei se vou terminar essa temporada no Fluminense. É muito possível que eu me dedique aos próximos dois meses e me prepare para a seleção. Se eu procurar ajuda de um psicólogo, certamente será na Sérvia, não aqui - contou a jogadora ao Mozzart Sport.

Os assaltos consecutivos em fevereiro, sendo um deles à mão armada, deixaram traumas na sérvia, que desenvolveu quadro de pânico depois dos episódios. Uzelac também revelou que que toma remédios para dormir por conta de pesadelos durante o sono.

Publicidade

- Estou com muita dificuldade para dormir, agora estou tomando remédio por causa de pesadelos, à noite. Ainda fico cansada porque durante dias não dormi nada. Só agora estou conseguindo fechar um pouco os olhos. Estou tentando me concentrar no vôlei, porque quero lidar com isso e seguir em frente - iniciou Aleksandra.

- Eu estava voltando do clube para o meu apartamento. Homens saíram com pistolas e pararam na frente do carro e outros bateram em todas as portas com uma pistola. Eles gritaram para a gente dar tudo o que tinha. Abriram a porta e apontaram a arma na cabeça - revelou a jogadora do Fluminense.

Publicidade

➡️ Jogador da NFL anuncia aposentadoria aos 28 anos por lesões no pescoço

Nas redes sociais, Aleksandra manteve nove fotos no feed de sua conta oficial no Instagram, com três atuando pelo Fluminense. Porém, a sérvia emoveu diversas imagens e, em sua bio na rede social, deixou apenas "jogadora de vôlei" ao lado da bandeira de seu país.

Dentro das quadras, Uzelac, maior pontuadora da liga, com 400 pontos, sendo peça fundamental na equipe Tricolor. O Fluminense segue em sexto lugar na Superliga, dentro da zona de classificação para os playoffs.

➡️ Morre, aos 37 anos, a medalhista paralímpica Joana Neves

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.