Luxemburgo poupa Luiz Adriano e compromete atuação do Palmeiras

Treinador justificou ausência do atacante para evitar desgaste, mesmo após semana livre; jogador fez dois gols no Brasileiro e é artilheiro da equipe no ano

Luiz Adriano entrou no segundo tempo e iniciou jogada do gol

Luiz Adriano entrou no segundo tempo e iniciou jogada do gol

Ricardo Moreira/Fotoarena/Lancepress!

Luiz Adriano não foi titular no empate do Palmeiras diante do Bahia, no último sábado, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Segundo o técnico Vanderlei Luxemburgo, a escolha pelo banco foi apenas para preservar o jogador, já que a maratona de jogos foi e será intensa e o camisa 10, como um dos principais jogadores do elenco, não pode se lesionar nesse momento.

- É o jogador que mais jogou junto com o Marcos Rocha, então a gente tem que fazer um revezamento mesmo, porque uma lesão como a do Marcos, três semanas, você perde o jogador durante bastante tempo, muitos jogos. Tem que ter uma preocupação com isso. Ele não tinha nada, poderia começar a jogar – disse o treinador na coletiva após o 1 a 1 com o Tricolor de Aço, em Salvador.

Marcos Rocha contraiu uma lesão muscular na coxa no jogo contra o Santos e, após diagnosticada, ele iniciou tratamento e pode ficar até três semanas fora. Para a lateral-direita, Luxemburgo escalou seu reserva direto, Mayke. No caso do ataque, o professor escolheu, no sábado, deixar Luiz Adriano no banco para evitar maior desgaste e escalou a dupla Willian e Rony na frente.

Acontece que nenhum dos dois foi bem e, na metade do segundo tempo, acabaram substituídos. As entradas de Wesley, Scarpa, Zé Rafael e Luiz Adriano mudaram o panorama ofensivo do time, e os três últimos foram responsáveis pelo gol que abriu o marcador – Zé Rafael, ex-Bahia, foi autor do tento.

Falando especificamente de Luiz Adriano, que começou a jogada que resultou no gol, o atacante atuou como titular nos empates contra Fluminense por 1 a 1 (autor do gol) e também do Goiás, além dos triunfos sobre Athletico-PR e Santos (quando também fez um dos tentos).

Outro fator que chamou a atenção foi o fato de que o Palmeiras teve uma semana para se preparar para o confronto, já que não teve compromissos no meio da semana e deu tempo, na teoria, para que os jogadores se recuperassem. Muitos torcedores alviverdes reclamaram nas redes sociais após Luxa ter optado por Willian no lugar de Luiz Adriano.

Além de fazer gols importantes no torneio nacional, ele também foi muito importante na conquista do Campeonato Paulista: jogou 14 partidas, sendo 13 como titular, e marcou três gols, além de uma assistência. Na Libertadores, outra vez ótimos números: nos dois jogos do Alviverde neste ano, entrou como titular e balançou as redes em quatro oportunidades.

Diante dos números do jogador, a semana livre e a falta de gols no primeiro tempo, talvez Luxemburgo tenha demorado demais para mexer, já que optou por preservá-lo na primeira etapa. Luiz Adriano não é o salvador da pátria, de certo, mas a verdade é que o torcedor, apesar do título estadual, está cobrando algo que, de fato, está acontecendo: jogar melhor (não dá para cobrar jogar bonito na situação atual de pandemia) e fazer gols. E o artilheiro do time no ano, com nove tentos, não pode ficar no banco.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.