Luis Roberto, sobre substituir Galvão na final da Libertadores: 'Não me senti confortável'

Narrador estava de folga e teve que correr para substituir o veterano narrador

Lance

Lance

Lance

Luis Roberto passou por uma situação inusitada no final de 2019. Dias antes da final da Libertadores entre Flamengo e River Plate, Galvão Bueno, que estava escalado para narrar a partida, acabou sofrendo um infarto e teve que ser substituído por Luis de última hora.

O dono do bordão 'com fé no pé' falou pela primeira vez sobre a experiência de substituir um companheiro de trabalho com problemas de saúde ao canal 'De Sola'. Segundo Luis, que estava de folga, a logística de viajar para outro país em cima da hora foi muito complicada.

- Graças a Deus, eu já narrei um monte de coisa legal. Mas, o desconforto da final da Libertadores estava em não estar escalado para narrar e ter que substituir um companheiro. E substituir um companheiro que ficou 'contundido', digamos assim, não é legal. Eu, pelo menos, não me senti confortável com aquela história.

Quando eu fiquei sabendo que o Galvão teve aquele probleminha, eu estava de folga. Ia voltar no sábado para ficar de stand-by naquele jogo mesmo. Então, a diretora me ligou na quinta-feira cedo. E foi difícil ir para Lima em cima da hora porque tinha muito rubro-negro indo para lá. Mas apareceu um voo extra, a gente correu para pagar, e eu consegui viajar na sexta -, afirmou.

O narrador revelou que, assim que chegou a capital peruana, foi diretamente visitar Galvão para saber mais detalhes sobre situação de saúde.

- Chegando lá, eu fui direto ao hospital, visitar o Galvão - ele estava dormindo, inclusive. Aí, eu não quis acordá-lo porque ele passou a noite em claro. Fiquei um pouco do lado dele, e a partir daí, me senti mais tranquilo. Mas não é uma questão técnica, de fazer aquilo que a gente já está acostumado, é mais uma questão emocional, de algo que estava divulgado. Todos sabiam que o Galvão ia narrar o jogo. Então teve essa pressão emocional de ter que substituir um companheiro nessa circunstância -, revelou.

Na ocasião, o Flamengo aplicou uma virada emocionante e bateu o River Plate por 2 a 1, no Estádio Olímpico em Lima, Peru.