Lance Lugano vê sequência difícil para São Paulo na Copa Libertadores 2019

Lugano vê sequência difícil para São Paulo na Copa Libertadores 2019

Superintendente de relações institucionais do Tricolor vê dificuldades ao encarar Talleres-ARG no primeiro confronto do torneio sul-americano 

Libertadores 2019

Lance

Lance

Lance

O uruguaio Diego Lugano, um dos representantes do São Paulo no sorteio dos confrontos da Copa Libertadores 2019, em Luque, no Paraguai, classificou o duelo com o Talleres, da Argentina, como desafiador para o clube do Morumbi.

"Sensação é de alegria por ver o São Paulo de novo na Libertadores, entre os maiores do continente. Já é algo positivo. Sobre o sorteio, a Libertadores começa a pegar na fase prévia para o São Paulo. O Talleres é um gigante de Córdoba, com investimento estrangeiro nos últimos anos, com uma torcida grande", disse Lugano, que emendou:

"Para nós, a Libertadores pegada mesmo já começa nessa fase prévia. Se ganhar, provavelmente vem o Independiente Medellín, que é muito copeiro, já ganhou copa. E se classificar vem uma série bonita com River, Inter e Alianza Lima. Desafio grande. O São Paulo terá que encontrar sua melhor versão para superar essas dificuldades", disse.

De acordo com o sorteio desta noite, o Tricolor estreia nos dias 5, 6 ou 7 de fevereiro, em Córdoba. A partida de volta, no Morumbi, acontecerá na semana seguinte, nos dias 12, 13 ou 14 do mesmo mês. Nos próximos dias, a Conmebol decidirá as datas e horários do confronto entre brasileiros e argentinos.

Para chegar na fase de grupos da principal competição do continente, o Tricolor precisa eliminar os argentinos e, na sequência, derrotar o vencedor do confronto entre Palestino, do Chile, e Independiente Medellín, da Colômbia. Com essa combinação de resultados, o time do técnico André Jardine entraria no Grupo A da Libertadores, com River Plate, Internacional e Alianza Lima.

"A sequência do São Paulo, com certeza, é mais difícil tanto na fase prévia quanto na fase de grupos. Mas com certeza na Colômbia e na Argentina, quando saiu a bolinha do São Paulo, também ficaram muito preocupados. Já falei com amigos argentinos e a repercussão é essa. O São Paulo tem que encontrar sua melhor versão e aproveitar sua tradição. Cada vez que tem uma reunião assim você percebe que o São Paulo é muito respeitado e muito temido", concluiu Lugano, relembrando a tradição do Tricolor na principal competição de clubes da América do Sul.

Neymar e Corinthians parabenizam bicampeonato de Gabriel Medina