Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Lionel Messi brilha e é fundamental no título da Copa do Mundo da Argentina

Camisa 10 da Albiceleste quebra recordes na decisão contra a França

Lance

Lance|Do R7

Lance
Lance Lance

Melhor jogador da Copa do Mundo 2022, Lionel Messi foi fundamental na vitória sobre a França na decisão. O camisa 10 da Argentina marcou dois gols e foi responsável por tirar a Argentina da seca de 36 anos sem título Mundial. Junto de Diego Maradona, os "hermanos" ganham mais um Deus para chamar de seu.

O craque abriu o placar em mais uma cobrança de pênalti perfeita e sem nenhuma chance para Hugo Lloris, goleiro da França. E em poucos minutos, o atleta iniciou um contra-ataque mortal com um passe de gênio para Julián Álvarez e a Albiceleste ampliou o marcador com Di María, o senhor decisão, marcando o segundo gol.

+ Messi quebra recorde em mata-mata de Copas do Mundo

Em um roteiro de tirar o fôlego de qualquer torcedor, a França diminuiu o marcador com Mbappé convertendo uma cobrança de pênalti e empatou a partida após Messi perder uma bola para Coman e o camisa 10 da equipe liderada por Didier Deschamps anotar seu segundo gol na partida e em menos de um minutos.

Publicidade

Líder da Argentina em campo e nos vestiários, Messi comandou seu time na final, buscou definir a partida dentro dos 90 minutos, mas parou em Lloris. A despedida do craque de uma Copa do Mundo merecia mais 30 minutos de uma prorrogação memorável, dramática, como os "hermanos" estão acostumados.

No início do segundo tempo da prorrogação, o camisa 10 estava no lugar certo e na hora certa para aproveitar o rebote de Lloris após finalização de Lautaro Martínez e marcar seu segundo gol. Com direito a choro na comemoração, o título parecia cada vez mais perto. Faltando menos de cinco minutos para o fim do jogo, a França tem mais um pênalti convertido por Mbappé.

Publicidade

Definição nos pênaltis. Assim como em suas duas primeiras cobranças nos 120 minutos, o craque da França inaugurou o marcador. Na sequência, Messi chegou na marca da cal e com uma frieza digna de poucos deslocou Lloris e marcou seu gol. No fim, Argentina 4 a 2 e o camisa 10 conquistou o inédito título para sua galeria de troféus.

Sem a artilharia da competição, o gênio conquistou o troféu e chegou no lugar em que os maiores, como Pelé e Maradona já estavam há alguns anos. Autor de 26 jogos na competição e 13 gols em cinco edições disputadas, Lionel Messi está entre os melhores da história. E que sorte da Copa do Mundo em poder ter seu troféu erguida por mais um gênio.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.