Lance Lesões tiram de combate três nomes na Chapecoense

Lesões tiram de combate três nomes na Chapecoense

Além do goleiro Tiepo que precisou passar por cirurgia no joelho, problemas musculares afetaram Derlan e Busanello

Lance
Lance

Lance

Lance

Além da dificuldade em voltar ao caminho das vitórias, a Chapecoense também precisará lidar com um número mais reduzido de opções depois de exames feitos no início dessa semana indicarem três desfalques certos para a equipe: o goleiro Tiepo, o zagueiro Derlan e o lateral-esquerdo Busanello.

>Como está a classificação do BR-2021 após três rodadas disputadas?

O caso mais grave é, sem sombra de dúvidas, o de Tiepo que rompeu o tendão patelar do joelho esquerdo. A contusão teve de ser inicialmente tratada com um procedimento cirúrgico feito na cidade de Chapecó na última segunda-feira (14) onde, habitualmente, lesões do tipo carecem de, pelo menos, seis meses de reabilitação. Assim, o arqueiro voltaria a ficar disponível somente na próxima temporada.

Já nos casos tanto de Derlan como de Busanello, apesar de detalhes mais precisos sobre o tempo de recuperação não terem sido passados pelo departamento médico da Chape, o caráter de lesões musculares trazem um grau de preocupação menor.

Enquanto o zagueiro teve detectado um problema muscular na área do obturador da coxa esquerda, o lateral foi diagnosticado com uma contusão no músculo posterior da coxa direita.

Com essa ausência confirmadas, o técnico Jair Ventura se vê forçado a fazer alterações na equipe que entrará em campo pelo Brasileirão na próxima quarta-feira (16). No confronto em questão, o time Condá enfrenta o São Paulo, no Morumbi, às 19h (de Brasília).

Últimas